Promovendo o equilíbrio entre vida pessoal e profissional no local de trabalho

Promovendo o equilíbrio entre vida pessoal e profissional no local de trabalho

Você sabe qual é a importância de proporcionar condições que ajudam no equilíbrio da vida pessoal e profissional? Essa medida é fundamental para aumentar o bem-estar e a motivação dos funcionários, fazendo com que eles se sintam mais satisfeitos e realizados em suas carreiras.

Para isso, as organizações podem adotar práticas estratégicas e transformações na rotina para apoiar os colaboradores. Oferecer benefícios corporativos e outros diferenciais, por exemplo, favorece a qualidade de vida e o engajamento do time.

Ficou curioso e quer saber mais sobre o assunto? Então acompanhe a leitura e entenda qual é a importância de equilibrar vida pessoal e trabalho e como incentivar a prática na sua empresa!

A conscientização sobre o equilíbrio da vida pessoal e profissional

Atualmente, muitas organizações contam com estratégias para ajudar os funcionários a equilibrar suas vidas pessoais e profissionais. A ação afeta positivamente o bem-estar, a saúde mental e, por consequência, o desempenho no trabalho.

Sem isso, os colaboradores podem se sentir desmotivados, ter dificuldade para tomar decisões, além de sofrer com danos físicos e psicológicos. O desequilíbrio entre a carreira e a vida privada também pode gerar problemas que impactam o crescimento e a evolução dos trabalhadores.

Nesse caso, é importante que as companhias contem com estratégias para ajudar a equipe a manter o equilíbrio na rotina. Incentivar programas de bem-estar, proporcionar jornadas de trabalho flexíveis, entre outros benefícios, são alguns exemplos de ações nesse sentido.

Investir em cursos e treinamentos de formação continuada e capacitação também são ótimas alternativas que as organizações podem utilizar para impulsionar o crescimento dos profissionais. Com esse tipo de prática, a gestão demonstra valorização e preocupação com o que há de mais valioso: a satisfação dos colaboradores.

Estratégias para equilibrar vida pessoal e trabalho

Existem diversas medidas que o departamento pessoal pode incluir na rotina para favorecer o bem-estar dos seus funcionários. No entanto, é importante ter em mente que o equilíbrio entre a vida pessoal e profissional é baseada nos seguintes pilares:

  • saúde;
  • família;
  • relacionamentos.

Ou seja, o equilíbrio depende diretamente de uma boa saúde, do tempo de qualidade com os entes queridos e de bons relacionamentos. Quando todos esses aspectos vão bem, as pessoas tendem a apresentar mais disposição para conquistar os seus objetivos e sonhos.

As organizações também devem estar comprometidas em ajudar os funcionários na busca pelo equilíbrio, proporcionando meios para que eles se desenvolvam a nível pessoal e profissional. A seguir, confira as nossas dicas sobre o assunto!

Flexibilidade no horário de trabalho

A implementação de uma política que torna os horários de trabalho mais flexíveis permite que os colaboradores gerenciem melhor o tempo e, consequentemente, os seus compromissos pessoais. Trabalho remoto, jornadas reduzidas e adaptação de horas extra são ações que podem ser adotadas.

A jornada flexível oferece mais liberdade para os profissionais, que podem escolher os horários mais convenientes para cumprir com as obrigações corporativas. A grande vantagem é o ganho em autonomia, já que os funcionários conseguem integrar o trabalho às suas rotinas privadas.

Programas de bem-estar

Outra medida é a criação de programas voltados para o bem-estar e a qualidade de vida dos talentos. Para isso, a empresa pode oferecer suporte físico e mental, como aulas de ioga, meditação, orientação de saúde e programas de incentivo à atividade física.

Glossário do RH: entenda o vocabulário completo dos Recursos Humanos

O principal objetivo desse tipo de iniciativa é promover a saúde e estimular hábitos saudáveis, dentro e fora do ambiente de trabalho. Nesse sentido, ainda é importante garantir um clima organizacional saudável e motivador, que contribua para a construção de relacionamentos positivos.

Licenças pagas

Oferecer licenças pagas e estendidas também é uma ótima maneira de praticar a empatia e cuidar do bem-estar da equipe. As licenças mais comuns são a maternidade e paternidade, mas ainda existem as licenças especiais, como nojo, óbito, casamento e a sabática.

Como são momentos delicados e que exigem o afastamento temporário dos funcionários do trabalho, o RH pode disponibilizar as licenças dentro da sua política de benefícios. A remuneração paga durante o período é fundamental para manter a saúde mental e o equilíbrio entre a vida pessoal e profissional.

Limites claros

Outra iniciativa interessante para adotar na rotina corporativa é um código de conduta alinhado aos valores e à cultura organizacional. No documento, o departamento de RH deve especificar quais são os princípios e regras praticadas dentro da empresa.

A principal vantagem do código de conduta é o estabelecimento de padrões de comportamento e formas de agir. Ou seja, a gestão orienta os funcionários no dia a dia e impõe limites claros do que é ou não permitido, favorecendo como um todo o bem-estar e a melhoria do clima no local de trabalho.

Apoio à gestão do tempo

Quando o tempo é bem gerenciado, é possível realizar mais tarefas em um curto período, sem comprometer prazos, a qualidade e a eficiência. Por isso, é interessante que as companhias incentivem a gestão do tempo dentro das suas equipes. 

Nesse sentido, o gestor pode auxiliar no planejamento das atividades profissionais, considerando os objetivos e as metas do negócio. A ideia é garantir que os funcionários se dediquem em um ritmo constante, sem comprometer as entregas das demandas.

Gestão de tempo e produtividade: técnicas para melhorar. Matriz de Eisenhower, diagrama de gantt, lista de afazeres e técnica pomodoro.

Cultura de apoio

A promoção de uma cultura de apoio emocional, físico, mental e social ajuda os funcionários a lidarem com o estresse na rotina e outros problemas pessoais. Nesse tipo de cultura, a diversidade e a inclusão também são valorizadas, permitindo uma maior colaboração e a criação de redes de apoio.

Há uma série de medidas possíveis de serem aplicadas no dia a dia que favorecem a construção de um ambiente mais acolhedor nesse sentido. A gestão pode, por exemplo, manter uma comunicação clara e participativa, encorajar o respeito mútuo e reconhecer que o bem-estar do time é influenciado pelos resultados do negócio.

Avaliação e feedback

Os feedbacks e as avaliações são práticas fundamentais para alinhar o desempenho da equipe com as metas da organização. É justamente nessas ocasiões que lideranças e gestores podem ajustar a comunicação, os processos e as expectativas. 

Além disso, são ótimas oportunidades de aperfeiçoamento para os colaboradores, que podem revisar e aperfeiçoar condutas e ações no cotidiano. Inclusive, os feedbacks, quando incluem críticas construtivas, auxiliam no pleno desenvolvimento dos talentos, evidenciando as suas principais competências e potencialidades.

Viu só como é importante que as empresas promovam o equilíbrio entre vida pessoal e profissional no local de trabalho? Ao adotar estratégias que apoiam e valorizam a equipe, as organizações podem ter ótimos resultados, como funcionários mais felizes, saudáveis e produtivos na rotina.

Gostou do conteúdo? Aproveite a visita e assine a newsletter Momento Catho para ficar por dentro de todas as novidades e tendências do RH!

Na Catho você acelera. Economize seu tempo e encontre o profissional que você procura.

Fale o que você pensa!

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Desenvolvido por: Bulki e WPTotal