O que é teste de integridade? Saiba para que serve e como funciona

O que é teste de integridade? Saiba para que serve e como funciona

Entenda agora mesmo como o teste de integridade pode tornar a contratação mais precisa e eficiente.

Você sabe o que é teste de integridade e para que serve esta ferramenta? O recurso vem sendo adotado em diferentes empresas e setores do mercado, a fim de medir o perfil comportamental dos candidatos às vagas de emprego. 

Ele consiste em uma técnica de avaliação que pode ser amplamente adotada nos processos de recrutamento e seleção. O teste é totalmente baseado em princípios da Psicologia e envolve uma série de questões que permitem aos profissionais se posicionarem em determinadas situações.

Quer entender qual a relação entre teste de integridade, resultado, valores internos e recrutamento inteligente? Acompanhe a seguir e fique por dentro do assunto!

O que é teste de integridade?

É um método avaliativo que auxilia os profissionais de Recursos Humanos a encontrarem candidatos mais alinhados aos valores da empresa. Ele também representa uma ferramenta eficiente para compreender mais sobre o comportamento das pessoas.

Por exemplo, com o teste de integridade, respostas simples podem indicar condutas suspeitas, fraudes e até mesmo atos antiéticos dos profissionais. A análise é baseada em estudos da Psicologia, como citamos, e facilita no momento de reconhecer o caráter, o potencial de resiliência, entre outros atributos.

Com isso, o time de RH consegue evitar a contratação de pessoas que podem comprometer a imagem e o desenvolvimento do negócio. O objetivo principal do teste de integridade, como veremos ao longo do conteúdo, é identificar se os talentos estão ou não alinhados ao fit cultural da organização.

Para que serve?

Muitos profissionais adotam o teste de integridade justamente para determinar se a conduta dos colaboradores é compatível com a empresa. A função é fortalecer o negócio e favorecer a contratação de pessoas com perfil ético semelhante.

Por isso mesmo, a estratégia é adotada ainda no processo de seleção e recrutamento, evitando fraudes e potenciais riscos. Por meio de bastante análise e prevenção de atitudes consideradas inadequadas, a equipe de RH tem mais facilidade para compreender os traços de personalidade dos candidatos.

No entanto, é sempre importante lembrar que tais ferramentas devem ser usadas de maneira ética e legal, e que os testes de integridade devem ser apenas uma parte de um processo de seleção abrangente que considera uma ampla gama de habilidades, experiências e características dos candidatos.

Como funciona?

O teste de integridade ajuda o RH a criar um processo seletivo sem fraudes, corrupção e assédio na companhia. Como ferramenta de análise, ele é adotado pelos gestores justamente para garantir uma conduta íntegra dos novos talentos que podem ocupar as vagas abertas.

Em geral, o teste é feito por meio de questionários, gravações de vídeos ou até mesmo por provas situacionais. Toda a atividade é feita seguindo as normas da LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais) referente ao tratamento de dados sensíveis. 

Também existem plataformas especializadas que realizam o teste de integridade, permitindo mapear o perfil de cada funcionário. Os questionários, por exemplo, revelam tendências éticas, sobretudo quando as perguntas exigem respostas rápidas.

Os resultados trazem uma série de benefícios e tornam as decisões das lideranças mais direcionadas e embasadas, proporcionando:

  • clima organizacional mais agradável;
  • melhora na imagem do negócio;
  • contratação de pessoas com habilidades mais alinhadas às expectativas e cultura da empresa;
  • redução de fraudes;
  • prevenção de atitudes inadequadas;
  • compliance empresarial.

Para além das respostas, o teste de integridade também avalia como os candidatos se expressam e agem em algumas situações. Por isso, há a avaliação da linguagem corporal, currículo, entrevista e muito mais. Portanto, o teste é um instrumento altamente eficiente que pode favorecer os processos seletivos.

Como aplicar o teste de integridade no recrutamento e seleção?

Para alcançar os resultados esperados, as questões do teste de integridade devem ser pensadas de maneira estratégica. Mesmo que o intuito principal da ferramenta seja compreender e prever o perfil comportamental, as perguntas não podem ser diretas e objetivas.

É preciso fazer com que os candidatos reflitam sobre o que fariam em determinadas situações desafiadoras. Nesse momento, é possível identificar mais informações sobre os valores morais e éticos de cada profissional, entendendo se ele se adequa à cultura organizacional da companhia.

Roteiro para entrevista de emprego: o passo a passo para você criar o seu

Para realizar o teste de integridade da melhor forma, ainda é interessante seguir algumas dicas. Veja a seguir!

Elabore questionários inteligentes

As questões do teste de integridade, como citamos, não podem ser óbvias a ponto de os candidatos responderem prontamente. Por outro lado, é interessante que as perguntas sempre contenham um pouco de subjetividade, permitindo que as pessoas parem para refletir.

Exemplo de pergunta a não fazer: “Você já roubou alguma coisa do seu local de trabalho?”. Esta pergunta é muito direta, e é improvável que os candidatos respondam de forma honesta se já se envolveram em tal comportamento.

Exemplo de pergunta a fazer: “Como você lidaria com um colega de trabalho que está pegando pequenos itens do escritório para uso pessoal?” Esta pergunta é menos direta e permite ao candidato refletir sobre uma situação hipotética. Ela pode dar uma ideia sobre o caráter do candidato e como ele reage a situações éticas complexas.

Assim, as respostas geram ideias estratégicas para as empresas, possibilitando que os gestores alinhem a contratação de pessoas com os valores do negócio. Nesse caso, é possível reconhecer uma série de características, como caráter, potencial de liderança, soft skills e muito mais.

Realize provas situacionais

Outra dica é realizar provas situacionais que o candidato pode vivenciar. É uma maneira de avaliar se a tomada de decisão da pessoa é compatível com uma conduta ética. Ainda é uma alternativa de prevenção que pode ajudar o RH a traçar padrões de comportamento.

É interessante que as situações tenham relação com a rotina da empresa e que podem, eventualmente, ocorrer em algum momento dentro do contexto da organização.

Um exemplo seria: “Imagine que você está trabalhando em um projeto com um prazo apertado. Seu gerente está pressionando você para terminar o trabalho, mas para fazer isso, você teria que ignorar algumas políticas ou procedimentos da empresa para acelerar o processo. O que você faria?”

Esta situação poderia realmente acontecer, e as respostas do candidato fornecem insights sobre sua integridade e ética de trabalho.

Avalie a linguagem corporal

A linguagem corporal diz muito sobre uma pessoa e, por isso mesmo, é fundamental que este fator seja avaliado com bastante cuidado. Para isso, o teste de integridade pode ser aplicado por meio de vídeos que demonstram visualizar as expressões verbais e não verbais do candidato.

Por exemplo, durante uma entrevista em vídeo ou pessoalmente, um candidato pode parecer nervoso ou desconfortável ao responder perguntas sobre ética no trabalho. Eles podem evitar contato visual, cruzar os braços defensivamente, ou mostrar outros sinais de desconforto.

Embora esses sinais não sejam conclusivos por si só (algumas pessoas podem simplesmente estar nervosas durante entrevistas), quando combinados com outros fatores, ajudam a dar uma visão mais completa do candidato.

Assim, diante de atitudes negativas, o time de RH pode evitar contratar talentos com comportamentos inadequados e negativos. Por isso, é um recurso eficiente que ajuda a impedir erros e ações corruptas dentro do negócio.

Conte com o apoio de plataformas especializadas

Atualmente, existem empresas e plataformas especializadas no mercado que realizam o teste de integridade com total segurança e privacidade. Esse é o caso do PIR, um método que auxilia a identificar ações que podem ser prejudiciais para o ambiente de trabalho.

Nele, as respostas às perguntas são analisadas para fornecer uma pontuação ou avaliação da probabilidade do candidato de se envolver em comportamentos prejudiciais ou antiéticos no local de trabalho. Essa avaliação pode então ser usada juntamente com outros critérios de seleção para tomar decisões de contratação bem-informadas.

Essas plataformas fornecem relatórios claros e detalhados para ajudar os profissionais de RH a interpretarem os resultados. Esse tipo de recurso foi desenvolvido especialmente para impedir atos ilícitos, corrupção, fraude, assédio, entre outros tipos de situações nocivas nas corporações. O investimento traz retorno e muitos benefícios ao processo de seleção e recrutamento.

Agora você já sabe o que é teste de integridade e como a ferramenta pode favorecer os departamentos de Recursos Humanos. Essa é mais uma alternativa para ter contratações mais certeiras e embasadas em evidências, gerando muitos benefícios para a sua companhia.

Aproveite a visita e confira um roteiro para entrevista de emprego com o passo a passo para você criar o seu!

Na Catho você acelera. Economize seu tempo e encontre o profissional que você procura.

Fale o que você pensa!

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Desenvolvido por: Bulki e WPTotal