talent acquisition

Entenda o que é Talent Acquisition e como aplicá-lo

Ter pessoas qualificadas dentro de uma empresa é o sonho de qualquer organização. O problema é que muitos membros de RH ainda pensam que o trabalho de recrutamento é suficiente. Por mais que isso seja a melhor escolha para captar profissionais para ocupar vagas em aberto, nem sempre serve para captar talentos. Para isso, existe o trabalho de talent acquisition!

Muitas empresas têm necessidades operacionais e de gestão com as quais não sabem lidar. Isso acontece, na maioria das vezes, porque não há um profissional específico qualificado para o trabalho.

Portanto, implementar o processo correto de monitoramento e captação dessa pessoa pode ajudar negócios a resolverem problemas e se anteciparem a questões que podem surgir.

Neste post, mostraremos como tudo isso pode ser obtido com a ajuda de talent acquisition! Contamos a seguir como funciona essa prática, o que ela proporciona e de que maneira se destaca dos métodos tradicionais de recrutamento. Confira!

O que é o talent acquisition?

Talent acquisition é um trabalho estratégico de captação de talentos que pode solucionar questões internas da empresa.

Mais do que ocupar cargos, os profissionais captados por esse processo ajudam a atender necessidades, gerar resultados e entregar conhecimento e expertise específica. Por vezes, não há nem sequer um cargo definido para essas pessoas.

A grande questão do trabalho de aquisição de talentos é que ele é contínuo e não depende diretamente de uma vaga. Ou seja, ainda que a companhia não tenha nenhuma posição em aberto, um talento pode ser captado e contratado.

Isso acontece porque estamos falando de pessoas que se destacam no mercado, sendo disputadas entre empresas, já que entregam resultados.

Portanto, talent acquisition é uma abordagem que requer planejamento estratégico. Antes mesmo de buscar por pessoas e fazer contato por elas, é preciso detectar parâmetros de captação.

Assim, são criados filtros que, quando aplicados, darão foco somente às características e qualificações realmente necessárias. Em seguida, isso é utilizado para embasar a busca por um profissional.

Outro importante ponto que deve ser destacado sobre a prática é que não se trata de um procedimento clássico de recrutamento e seleção, que geralmente é totalmente passivo.

Em talent acquisition, nem sempre há a abertura para candidaturas e recebimento de CVs. É a equipe de RH, devidamente qualificada, que faz um trabalho de busca ativa para encontrar alguém que se encaixe nos parâmetros de aquisição.

A importância de um trabalho estratégico

Muitas empresas não sabem que podem encontrar soluções para suas mais complexas demandas se usarem talent acquisition. Isso acontece quando essas companhias estão presas somente ao modelo tradicional de recrutamento.

Não se trata de dizer que ele é ultrapassado ou não funciona, mas que, às vezes, ele não é profundo o suficiente para encontrar talentos específicos.

Na aquisição de talentos, a abordagem estratégica tem a função de aprofundar a análise sobre o que é essencial para a empresa.

Em alguns casos, a ideia é antecipar uma futura necessidade à qual se há a percepção de que, em breve, vai aparecer. Portanto, há uma análise detalhada desses cenários, na tentativa de projetar as características necessárias para lidar com tudo isso.

A partir dessa análise, o time de RH elenca características e qualificações que se relacionam com as demandas que a empresa tem. Assim, criam-se modelos sólidos de profissionais que podem contribuir globalmente.

Em sequência, esses times fazem buscas avançadas, seja para criar bancos de talentos, seja para fazer abordagens imediatas e contratar essas pessoas.

Quais são as etapas do processo de talent acquisition?

Por ser um processo de caráter estratégico, talent acquisition tem mais etapas do que o normal, cada uma delas com uma profundidade de ações específica. Para ajudar você a entender esse trabalho, explicaremos cada uma dessas fases a seguir. Acompanhe!

Análise interna do negócio

O ponto de partida é a análise interna do negócio. Esse é um dos momentos mais importantes, pois é quando o time de RH analisa questões como:

  • cultura organizacional;
  • necessidades atuais para níveis de gestão e operação;
  • necessidades de mercado (comparação com concorrentes);
  • futuras demandas que essa companhia terá;
  • habilidades e capacidades gerais que se encaixam na empresa e podem gerar eficácia em processos e na gestão.

A ideia é que tudo isso seja compilado em um documento que esteja acessível ao time que fará o processo de aquisição de talentos.

Desse modo, pode haver debates enriquecedores sobre possíveis otimizações dos dados captados nesse estudo. Isso ajuda a tornar as próximas etapas mais qualificadas.

Definição de perfil de profissional

Com um entendimento aprofundado das necessidades da empresa, torna-se mais fácil pensar em um modelo de profissional capaz de atender às exigências. O que o time de RH deve fazer é traduzir todas essas demandas e lacunas que a companhia tem em características e qualificações.

É importante pensar em todos os tipos de qualidades e qualificações. De um modo geral, esse perfil será construído por meio de habilidades e requisitos como:

  • profissional com conhecimentos em determinados softwares;
  • pessoas com capacidades avançadas de comunicação;
  • alguém com perfil de liderança;
  • profissionais com formações específicas;
  • pessoas que lideraram cases de sucesso;
  • habilidades gerais de operação;
  • pessoas com traços de personalidade que, quando alinhados com suas habilidades, vão ter uma performance de destaque.

Captação de candidatos

Determinado o perfil de candidato ideal, é hora de ir em busca dessa pessoa. Nessa fase, o time de RH pode contar com a ajuda de um headhunter na empresa.

A ideia é que a captação seja ágil, com precisão em relação às exigências e que possa ser conduzida de maneira fácil. Todas essas questões vão impactar também na experiência do candidato, algo que ele vai levar em consideração.

A captação pode ser feita de maneira direta, com uma busca incessante e uma abordagem apenas às pessoas que se encaixam no perfil. Essa forma de conduzir o processo é mais precisa, mas não garante a chegada de pessoas que podem ser qualificadas por meio delas próprias.

Por isso, pode ser importante também anunciar a busca por essas pessoas, mas reforçando as características buscadas.

Filtragem de candidatos

É importante filtrar os candidatos que foram selecionados no processo anterior. Muitas pessoas podem ser encontradas, grande parte delas serão realmente qualificadas, mas poucas estarão 100% alinhadas ao que o processo busca.

Logo, é importante passar o pente fino, ou seja, selecionar somente aqueles que estão mais enquadrados no perfil ideal que a empresa busca.

Um ponto importante no trabalho de filtragem dos candidatos é a gestão dos contatos de quem não for selecionado, ao menos na busca atual.

É uma boa prática colocar essas pessoas no banco de talentos da empresa. Pode ser que, no futuro, as características de tais profissionais se encaixem bem em necessidades emergentes.

Contatos e entrevistas

Definidas as pessoas consideradas adequadas ao perfil, o trabalho segue com a etapa dos contatos e entrevistas.

Primeiramente, é importante abordar esses talentos e saber se eles têm interesse em seguir com o processo. A resposta tende a ser positiva para quem se candidatou, mas é necessário checar também aqueles que foram detectados como bons perfis após a busca ativa.

Depois dos contatos, segue a etapa de entrevistas e avaliações dos candidatos. Nesse caso, o processo deve ser discutido internamente com a equipe de recrutamento e seleção.

A ideia é justamente analisar essas pessoas nas entrevistas e testes, garantindo um entendimento qualificado da capacidade delas. Assim, fica mais fácil aplicar um novo filtro e entender quem está mais próximo do que a empresa precisa.

Análises de candidatos

É hora de fazer uma última análise dos candidatos, sendo esta a derradeira! As entrevistas e os possíveis testes vão dizer quem tem o melhor equilíbrio entre perfil capaz de se adaptar à cultura da organização e capacitação técnica para as entregas.

Portanto, é justamente dessa forma que o time de RH deve aplicar essa última etapa antes da contratação.

Definir parâmetros eliminatórios não é o suficiente. Por vezes, uma análise mais subjetiva será importante para decidir quem é a pessoa mais adequada para ser capturada.

Então, é essencial que o time de RH se reúna e debata os termos importantes para considerar o talento ideal. Um trabalho estratégico se baseia em dados, mas a tomada de decisão também precisa ser conjunta.

Contratação

O processo de talent acquisition é finalizado na contratação de um novo talento. A análise deve ser responsável por definir quem é a pessoa que receberá a oferta de uma posição na empresa, ou apenas será escolhida para uma oportunidade futura.

A contratação pode ou não acontecer logo após todo o processo, o importante é que os candidatos recebam um feedback sobre isso.

Um ponto a ser considerado é que em talent acquisition, as pessoas selecionadas são, geralmente, profissionais renomados no mercado. Portanto, a oferta precisa ser devidamente satisfatória, assim como a empresa deve trabalhar em sua imagem para conseguir captar o talento.

Isso requer esforços extras, o que também é algo entendido como parte do trabalho estratégico de talent acquisition.

O que diferencia o talent acquisition do recrutamento?

Talent acquisition é um processo que tem diferenças perceptíveis em relação ao recrutamento tradicional, seja ele feito por business partners, seja internamente.

Portanto, conheça a seguir quais são esses fatores diferenciais que merecem mais destaque e entenda como eles colocam a aquisição de talentos em uma esfera diferenciada.

Urgência na contratação

O trabalho de recrutamento e seleção é mais imediato, em alguns casos, urgente. Os times de RH, tradicionalmente, buscam profissionais para ocupar cargos em aberto na empresa. Por mais que isso seja comum e traga bons resultados, não é dessa forma que o talent acquisition funciona.

Para captar pessoas qualificadas, não pode haver pressa. O trabalho também não consiste em preencher vagas que a companhia oferece.

Por vezes, todo o processo de captação de pessoas é uma forma de antecipar demanda, ou seja, nesses casos, os nomes serão elencados em um banco de talentos.

Experiência de contratação qualificada

A contratação de pessoas precisa ser um processo mais qualificado. É muito comum ouvir e ler relatos de profissionais que nem mesmo recebem feedbacks sobre o andamento de processos, o que é péssimo para a imagem de empresas.

No talent acquisition, a preocupação para evitar esse tipo de situação é uma questão relevante desde sempre.

Um dos pontos levados em consideração é o fato de que, nesse nível de captação, estamos falando de profissionais altamente qualificados e disputados. Ou seja, eles desejam saber se a empresa faz um processo correto, se a rotatividade é alta, além de outras questões.

Abordagem estratégica

A abordagem estratégica que o talent acquisition implementa no processo é, certamente, a principal característica a ser destacada.

Na prática, isso significa que não há parâmetros pré-definidos que serão utilizados para contratar alguém. Isso acontece, principalmente, porque não se trata de ocupar cargos que estão vagos.

Já no recrutamento tradicional, a ideia é somente garantir que haverá a captação de uma pessoa capaz de entregar o que já se espera em um cargo que a empresa tem.

Isso faz com que o processo seja muito mais operacional e que parte de uma base, assim, tudo funciona com maior agilidade.

Qual é o objetivo do talent acquisition?

O processo de talent acquisition tem objetivos muito bem-definidos dentro da estrutura empresarial. A seguir, você confere quais são os principais pontos e de que maneira eles geram impactos positivos na companhia em questão.

Captar os melhores nomes do mercado

Toda empresa quer ter grandes talentos do mercado sob sua cultura organizacional. Isso garante que resultados de expressão, além do desenvolvimento do negócio, aconteçam.

Os processos tradicionais de recrutamento e seleção são eficazes e funcionam bem. No entanto, eles podem não ser úteis se a ideia é captar pessoas para necessidades mais estratégicas que o normal.

Portanto, é a abordagem de talent acquisition que vai garantir que a empresa dispute em par de igualdade os nomes mais relevantes disponíveis no segmento. Isso vai aumentar o nível de competitividade da organização e, naturalmente, gerar resultados qualificados.

Promover inovação na empresa

Mentes que se destacam são, geralmente, pessoas capazes de inovar em abordagens, processos e no que mais elas puderem encontrar soluções. Um dos grandes objetivos de talent acquisition é ter uma visão mais inovadora, contando com pessoas preparadas para isso.

Profissionais desse nível de qualidade têm vasta experiência em propor soluções destacadas e, geralmente, já criaram grandes cases de sucesso. Portanto, o processo de aquisição de talentos se torna a maneira mais precisa para ir em busca de mais inovação na companhia.

Antecipar problemas e tendências

Todo mercado profissional tem sua mutação, atualização e adaptações que o tempo exige e impõe. Portanto, é uma ótima abordagem garantir que todas essas questões futuras sejam detectadas hoje.

Assim, oportunidades de desenvolvimento da empresa não são ignoradas. Ao mesmo tempo, problemas que podem surgir são rechaçados a tempo.

E quem pode fazer isso? Justamente os profissionais que o trabalho de talent acquisition consegue captar.

Muitas vezes, o processo não vai resultar em uma contratação imediata, porque a empresa julga que ainda não sente essa necessidade. Mas, uma vez detectada a demanda, um nome que está no banco de talentos pode ser acionado imediatamente.

Quais são os custos envolvidos no talent acquisition?

O processo de talent acquisition apresenta custos relevantes, que devem ser conhecidos. Empresas que querem ter talentos em seu banco e atuantes em suas operações precisam investir. Só assim é possível ter um processo otimizado e realmente capaz de captar pessoas preparadas. A seguir, conheça os custos e por que eles são importantes.

Comunicação

A comunicação é um dos pontos mais importantes na hora de captar um novo talento. Sua empresa precisa se posicionar como uma companhia interessante para profissionais de alta qualificação.

Isso significa veicular campanhas, manter a atividade em redes sociais e captar a atenção de mais talentos. Ou seja, é um investimento em publicidade e marketing altamente necessários.

De modo geral, o trabalho de employer branding se faz necessário. É isso que fará com que sua organização se coloque como uma empregadora qualificada e que oferece uma cultura organizacional de ponta.

Dessa forma, os melhores talentos do mercado vão ter interesse em trabalhar na sua equipe, o que tornará a contratação mais fácil.

Treinamento interno

O trabalho de talent acquisition requer esforços mais estratégicos e também conta com etapas técnicas diferenciadas do recrutamento tradicional.

Nem sempre é necessário contratar pessoas de RH especialistas, quando, na verdade, é possível preparar o seu time atual. Para isso, serão necessários treinamentos para qualificar o time interno para a aquisição de talentos.

Geralmente, os treinamentos in-company, ou seja, feitos por empresas especializadas que preparam os funcionários dentro da própria companhia, são a melhor opção. Isso garante que os colaboradores de RH estejam totalmente engajados e focados com o treinamento. Desse modo, os custos têm maiores chances de trazer resultados concretos como retorno.

Ferramentas de gestão e operação

O processo de compilação de dados e informações, a análise de perfis, os contatos e a captação de CVs são etapas importantes do trabalho de aquisição de talentos.

Atualmente, ter que fazer tudo isso manualmente é simplesmente inviável. Times de RH precisam de produtividade, algo que somente os recursos de gestão podem ajudar a conquistar.

Portanto, é necessário investir em plataformas de gestão para tornar a rotina de captação de talentos muito mais dinâmica, prática e produtiva. Essas soluções também ajudam a estabelecer bancos de talentos mais acessíveis. Assim, se houver a necessidade futura de captar o contato dessas pessoas, o processo é muito mais ágil.

Como otimizar o processo de talent acquisition na empresa?

Buscar a otimização do processo de talent acquisition é fundamental para garantir resultados alinhados com as expectativas. Isso funciona tanto na busca pela contratação quanto na captação de contatos para formar bancos de dados extensos. Veja como tornar essa atividade mais qualificada.

Criar processos padronizados

Padronizar processos traz vantagens precisas, como a economia de tempo e a garantia de que, toda vez que a ação foi executada, ela será feita do mesmo jeito.

Diretamente, isso gera a garantia de qualidade e cumprimento de requisitos essenciais. Quando falamos de aquisição de talentos, que é uma abordagem estratégica, é fundamental estabelecer um processo operacional seguro.

Investir em tecnologia de automação e Inteligência Artificial (IA)

As tecnologias de automação ajudam times de RH a captar dados importantes e encontrar candidatos qualificados para a seleção de talent acquisition.

Os sistemas de IA, depois de configurados, conseguem perceber padrões em dados e, por meio disso, trabalham reproduzindo o comportamento humano, indo atrás de mais talentos dentro do perfil desejado.

Como os recursos da Catho podem ajudar no processo de talent acquisition?

A Catho é referência em recursos humanos e captação de talentos no mercado de trabalho brasileiro. Na solução para empresas, a Catho presta todo suporte para garantir que profissionais de qualidade, bem cotados no mercado, sejam atraídos e tornem-se figuras essenciais às operações.

Suporte em talent acquisition

Os anos de presença no mercado e a vasta expertise da Catho também são aplicados em processos de talent acquistion. Ou seja, companhias podem terceirizar esse trabalho contando com a Catho para encontrar a pessoa certa, seja para uma contratação imediata, seja para formar uma base de talentos.

Enquanto você delega essa tarefa para a Catho, seu time de RH pode continuar executando outras demandas rotineiras que ajudam a manter a produtividade no setor.

É um ótimo negócio para companhias que desejam solucionar problemas e antecipar necessidades, fazendo isso com os melhores talentos disponíveis no mercado.

O trabalho de talent acquisition é um processo estratégico e de alto refinamento que tem feito toda diferença para muitas empresas. Assim, é possível encontrar pessoas especiais que vão trazer resultados estratégicos para companhias de qualquer setor.

Que tal contar com a Catho para captar o talento que seu negócio precisa? Entre em contato com a gente e saiba como podemos ajudar!

Guia para contratação diversa nas empresas

Assine a nossa newsletter e tenha em mãos as novidades mais relevantes sobre RH!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.