feedback positivo

Feedback positivo: o que é e por que é crucial para a empresa?

O feedback positivo é peça-chave para promover uma cultura de desenvolvimento constante e saudável entre as equipes de uma organização. Com espaço para retornos acerca de suas atividades, os profissionais dos mais diversos níveis hierárquicos trocam experiências e identificam pontos que podem aperfeiçoar.

Além disso, equipes orientadas pelo feedback tendem a ser mais engajadas, produtivas e motivadas, e os profissionais de RH (Recursos Humanos) têm um papel importante nesse trabalho, já que eles atuam como facilitadores para o processo de desenvolvimento dos profissionais.

Quer saber mais sobre a cultura de feedback positivo e por que ele é importante para a sua empresa? Então, continue a leitura!

Descubra o que é feedback positivo

Feedback é a prática de dar retorno acerca das atividades no ambiente laboral, e, geralmente, essa atividade parte dos gestores e demais lideranças da empresa. Nesse sentido, um feedback positivo tem o poder de engajar e também motivar as equipes, sendo para a gestão de talentos uma importante ferramenta para capacitar profissionais de todos os níveis hierárquicos.

Entenda a importância dessa estratégia na organização

Utilizando um feedback positivo, fica mais fácil corrigir os desvios e, principalmente, evidenciar as soft skills e habilidades dos profissionais dentro de uma companhia. Isso porque, quando a liderança direta do colaborador se propõe a conceder esse retorno, demonstra também respeito pelo profissional avaliado.

Logo, utilizando essa técnica, os gestores da companhia podem criar uma oportunidade perfeita para desenvolver o colaborador e demonstrar o quanto eles são importantes nos resultados.

Confira quais são os impactos na equipe

Quando o colaborador sabe os seus pontos a desenvolver, ele consegue focar mais essas competências e habilidades, procurando ferramentas para que elas possam ser melhoradas em seu perfil profissional.

Além do mais, o profissional pode se valer de suas habilidades para promover melhores entregas, o que também contribui para aperfeiçoamento do time. E isso acaba gerando também resultados positivos à empresa.

Ainda, quando o gestor revela o quanto as habilidades e competências do colaborador têm contribuído para o desenvolvimento da organização, as chances de elevar o engajamento da equipe e fidelizá-la à marca empregadora são bem maiores — o que reduz as taxas de absenteísmo e turnover.

Tenha isto em mente: o feedback positivo é uma importante ferramenta para criar um caminho de confiança entre o gestor e seus colaboradores, além de contribuir globalmente para o desenvolvimento da empresa.

Veja como aplicar a prática do feedback positivo na gestão de talentos

Agora que você já sabe o que é feedback positivo e como ele impacta os objetivos da organização, é preciso ter consciência de que esse processo vai muito além de tecer elogios ao funcionário. Veja com aplicar as açõesna empresa com as dicas abaixo!

Faça um planejamento

Os momentos para conceder feedbackaos funcionários devem ser cuidadosamente planejados. Isso porque, quando o gestor está despreparado para transmitir o que precisa ser dito ao colaborador, ele não consegue evidenciar com exatidão o que a organização espera do desempenho do funcionário.

Conhecer bem o profissional, anotando as questões que devem ser evidenciadas e destacando as mensagens que precisam ser transmitidas, é fundamental para ter sucesso ao conceder feedback, seja positivo, seja negativo. Com isso, as chances de engajar ainda mais o profissional ou a equipe são elevadas.

Crie a situação ideal

Tanto no feedback positivo quanto no negativo, o ideal é deixar o colaborador à vontade pois, do contrário, ele pode criar resistência ao receber feedback acerca de suas funções.

Crie um ambiente descontraído no início, buscando fazer uma conexão positiva e saudável com o profissional, além de garantir que o equilíbrio emocional de ambos esteja adequado para o momento. Quando você se sentir confiante, transmita a sua avaliação e os planos para o futuro do profissional na empresa.

Reconheça o trabalho do seu colaborador

O momento perfeito para reconhecer um bom trabalho realizado é durante o feedback positivo. Seja sensato, além de sincero, e não poupe esforços para criar um laço de confiança com o profissional. Nesse momento, pautar-se em ações de valorização do funcionário é importante para que ele se sinta reconhecido.

Apresente exemplos concretos

Ter clareza é fundamental, tanto no feedback negativo quanto no positivo. Logo, é indispensável justificar os motivos das situações expostas, dando exemplos concretos, ou seja, de fatos que realmente aconteceram. Dessa forma, sem subjetividade, fica mais fácil posicionar o colaborador quanto à sua conduta, seja ela positiva, seja ela negativa.

Trace um plano de melhorias

Mesmo que a conduta do colaborador e as suas entregas estejam alinhadas com os objetivos da organização, é preciso conceder a ele um planejamento para construir um plano, a fim de traçar os objetivos futuros. Por isso, estabeleça metas e objetivos junto ao profissional, dê dicas sobre como ele evoluiu e mostre outros caminhos para que ele possa chegar ainda mais longe!

Além disso, conceder um feedback positivo sem apresentar ao colaborador um plano de melhorias pode fazer com que ele se acomode, o que não é bom para o profissional e muito menos para a empresa!

Ouça mais seus colaboradores

É comum os gestores acharem que, durante o feedback, apenas eles podem falar. Na verdade, isso é um grande erro, já que o feedback é uma comunicação e, como tal, tem uma via de mão dupla.

Logo, mesmo quando a situação envolver o feedback positivo, é necessário conceder espaço para que o colaborador se posicione e exponha o seu ponto de vista. Com isso, é possível ter uma visão clara sobre como o funcionário improdutivo ou produtivo enxerga a empresa, o que também é importante para a melhoria contínua dos processos organizacionais.

Quando você abre espaço para que os funcionários tenham voz dentro da organização, isso também ajuda você a desenvolver competências para conceder bom feedback.

Mostramos aqui que o feedback positivo requer planejamento, diálogo e foco no desenvolvimento do colaborador. É uma ação que vai muito além de apenas elogiar. Lembre-se de expor exemplos e apontar exatamente quais ações os colaboradores devem seguir para alcançar os resultados almejados. Além disso, dar elogios sem de fato ter situações concretas que evidenciem a situação é pouco efetivo para o desenvolvimento do funcionário.

Este artigo sobre feedback positivo foi útil para você? Então não perca a oportunidade de aprender mais com a gente: assine agora a nossa newsletter e receba conteúdo de qualidade no seu e-mail!

Assine a nossa newsletter e tenha em mãos as novidades mais relevantes sobre RH!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.