O que faz um Business Partner?

As organizações são feitas por pessoas e para pessoas. No meio desse processo existe o setor de recursos humanos, RH, que é responsável pelos trâmites entre empresa e funcionário. Com o tempo, o setor evoluiu para uma gestão de pessoas e o passo seguinte foi o aparecimento do business partner.

A presença desse profissional, também chamado de parceiro de negócios, representa um modelo diferenciado de gestão de RH. Com ele o setor trabalha de forma dinâmica, indo além das resoluções burocráticas relacionadas a pagamentos e contratações.

Com esse modelo de gestão, a organização acaba tendo um consultor interno – o business partner – que vai conciliar os interesses dos funcionários com os dos clientes para que o negócio empresarial se desenvolva.

Resumindo: o parceiro de negócios vai ser o meio de campo da equipe, alinhando estratégias de negócios com a mão de obra da qual o lugar dispõe.

Quer saber mais? Então siga com a leitura!

Como surgiu a função do business partner?

O termo apareceu ainda na década de 1980, cunhado pelo professor norte-americano, Dave Ulrich. O objetivo básico do business partner era simplesmente integrar o setor de RH às operações da empresa. A ideia era criar um contato direto com as diversas áreas e ajustar a necessidade de cada gestor com a da estrutura organizacional.

Atualmente ainda existem dúvidas sobre o assunto. O que ocorre é que mesmo o conceito sendo simples, as companhias nem sempre sabem qual o profissional mais adequado para atuar na área ou quais as atribuições devem ser encaminhadas para o parceiro.

Apesar das dúvidas, o certo é que o business partner seja alguém mais generalista que consiga transitar por diferentes áreas do conhecimento.

Atribuições do profissional

Não existe uma formação específica para ser um parceiro de negócios, o importante é que ele possua experiência administrativa e saiba gerir pessoas. Geralmente no mercado atuam psicólogos, administradores, analistas, entre outros.

De forma ampla, as responsabilidades do profissional incluem:

Definir estratégias

A ideia é alinhar as necessidades do setor de recursos humanos com o objetivo maior que é o da empresa. Contratações, férias, qualificação, plano de carreira, salários, tudo é negociado com gestores e colaboradores.

Capacitar

Enquanto acompanha o desenvolvimento de cada setor, o business partner consegue perceber falhas de produtividade, técnicas ou de outro aspecto e sinalizar o gestor. A partir de então são elaborados treinamentos específicos ou realizados cursos de capacitação.

Mediar conflitos

Talvez a função mais importante do parceiro seja equilibrar as necessidades que envolvem as expectativas dos funcionários com a estratégia de negócios da empresa. Sendo assim, o profissional precisa conversar com executivos e equipes, tentando encontrar uma alternativa satisfatória para ambos.

Antecipar acontecimentos

Trabalhar com estratégias significa prever problemas futuros com base na análise do presente. O business partner precisa entender profundamente o negócio da empresa na qual atua e estar sempre em contato com os funcionários. Só assim ele pode perceber pequenos problemas e indicar a necessidade de mudanças.

Pelas suas características e habilidades, o business partner é um consultor interno que busca integrar os colaboradores em prol do crescimento da empresa.

Atento ao desenvolvimento dos funcionários e relacionando a atuação desses com os interesses das companhias, o profissional oferece feedback e propõe mudanças.

Hoje o business partner já aparece em grandes companhias. No futuro, a probabilidade é ele ser figura imprescindível na grande maioria das empresas.

Assine a nossa newsletter e tenha em mãos as novidades mais relevantes sobre RH!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.