business partner

O que faz um business partner?

As organizações são feitas por pessoas e para pessoas. No meio desse processo existe o setor de Recursos Humanos (RH), que é responsável pelos trâmites entre empresa e funcionário. Com o tempo, o setor evoluiu para uma gestão de pessoas, e o passo seguinte foi o aparecimento do business partner.

A presença desse profissional, também chamado de parceiro de negócios, representa um modelo diferenciado de gestão de RH. Com ele, o setor trabalha de forma dinâmica, indo além das resoluções burocráticas relacionadas a pagamentos e contratações.

Dentro desse modelo de gestão, a organização acaba tendo um consultor interno — o business partner — que vai conciliar os interesses dos funcionários com os dos superiores. O objetivo é que o negócio empresarial se desenvolva da melhor forma.

Resumindo: o parceiro de negócios vai ser o meio de campo da equipe, alinhando estratégias de negócios com a mão de obra da qual o lugar dispõe. Quer saber mais? Então, siga com a leitura!

Qual é o impacto do business partner na organização?

Já imaginou o cenário em que os líderes tomam decisões sempre sem consultar ou informar os colaboradores? E o contrário: com os profissionais simplesmente decidindo o que fazer sem seguir as orientações dos seus superiores? O que aconteceria seria a criação de uma organização disfuncional, certo?

O impacto do business partner, portanto, é justamente fazer a mediação entre as diferentes áreas da organização. O principal ponto positivo que ele agrega está na orientação dos diferentes setores para que tomem as decisões mais benéficas para a empresa. A partir das demandas de todos os lados, ele vai ajudar a otimizar o andamento e a qualidade das estratégias, projetos e processos da companhia.

Em resumo, o business partner precisa orientar todos os profissionais a encontrarem um meio-termo em suas decisões, sempre priorizando as escolhas mais estratégicas para que a empresa alcance os seus objetivos e metas. Como resultado, portanto, esse profissional causa um impacto positivo em diferentes processos e áreas dentro de uma companhia, potencializando as chances de sucesso de um negócio sustentável.

Como surgiu a função do business partner?

O termo apareceu ainda na década de 1980, cunhado pelo professor norte-americano Dave Ulrich. O objetivo básico do business partner era simplesmente integrar o setor de RH às operações da empresa. A ideia era criar um contato direto com as diversas áreas e ajustar a necessidade de cada gestor com a da estrutura organizacional.

Atualmente, ainda existem dúvidas sobre o assunto. O que ocorre é que mesmo o conceito sendo simples, as companhias nem sempre sabem qual o profissional mais adequado para atuar na área ou quais as atribuições devem ser encaminhadas para o parceiro. Isso pode resultar na contratação de alguém que não está qualificado para assumir a função.

Apesar das dúvidas, o certo é que o business partner seja alguém mais generalista que consiga transitar por diferentes áreas do conhecimento. Trata-se de um profissional que vai mediar a relação entre os líderes e os seus funcionários. A ideia é ouvir os dois lados, entender as suas demandas e necessidades para, assim, orientar a definição de melhores processos e estratégias para alcançar os objetivos da empresa.

conte com a catho

Qual é o perfil ideal do business partner?

Para se destacar na função de business partner, é importante que algumas características se façam presentes. A primeira delas é uma comunicação direta e sem ruídos no ambiente profissional. Afinal, a troca de informações, a interpretação de demandas e o esclarecimento de situações são atividades corriqueiras em sua rotina, o que exige uma capacidade de se expressar com qualidade.

Esse profissional também precisa estar atento ao mercado e às suas inovações. Como deve encontrar métodos, estratégias e processos mais eficientes, precisa conhecer o que há de mais novo e como cada opção pode ser útil para solucionar um problema dentro da empresa. Seja com o uso de soluções tecnológicas, seja com a aplicação de metodologias de gestão de equipe.

Outro conhecimento importante para que um profissional tenha sucesso como business partner é o entendimento sobre administração e finanças. Ter outras experiências trabalhando nessas áreas é fundamental para desenvolver negócios completamente integrados. O cargo também exige uma postura de tomador de decisão, sendo necessário fazer escolhas difíceis, mas sempre sem desespero e utilizando informações relevantes.

Quais são as atribuições do profissional?

Não existe uma formação específica para ser um parceiro de negócios, o importante é que ele tenha experiência administrativa e saiba gerenciar pessoas e equipes. No mercado, geralmente, atuam psicólogos, administradores, analistas, entre outros. De forma ampla, as responsabilidades do profissional incluem as seguintes.

Definir estratégias

A ideia é alinhar as necessidades do setor de Recursos Humanos com o objetivo maior que é o da empresa. Contratações, férias, qualificação, plano de carreira, salários, tudo é negociado com gestores e colaboradores. Assim, nenhum lado se sente prejudicado, e a companhia ganha com a adoção de estratégias mais precisas e satisfatórias para todas as partes.

Capacitar

Enquanto acompanha o desenvolvimento de cada setor, o business partner consegue perceber falhas de produtividade, técnicas ou de outro aspecto e sinalizar o gestor. A partir disso, são elaborados treinamentos específicos ou realizados cursos de capacitação. É um processo fundamental para que a empresa esteja em constante evolução e desenvolvimento.

Mediar conflitos

Talvez a função mais importante do parceiro seja equilibrar as necessidades que envolvem as expectativas dos funcionários com a estratégia de negócios da empresa. Sendo assim, o profissional precisa conversar com executivos e equipes, tentando encontrar uma alternativa satisfatória para ambos. Isso impede que o foco da organização seja desviado por muito tempo, então, a produtividade retorna rapidamente ao seu nível ideal.

Antecipar acontecimentos

Trabalhar com estratégias significa prever problemas com base na análise do presente. O business partner precisa entender profundamente o negócio da empresa na qual atua e estar sempre em contato com os funcionários. Só assim ele pode perceber pequenos problemas e indicar a necessidade de mudanças antes que elas se tornem dores de cabeças para a companhia.

Pelas suas características e habilidades, o business partner é um consultor interno que busca integrar os colaboradores em prol do crescimento de toda a empresa. Atento ao desenvolvimento dos funcionários e relacionando a atuação desses com os interesses das companhias, o profissional oferece feedbacke propõe mudanças organizacionais para um melhor desempenho como um todo.

Hoje o business partner já aparece em grandes companhias. No futuro, a probabilidade é ele ser figura imprescindível na grande maioria das empresas. E para você acompanhar mais novidades da área de RH, receba sempre os melhores conteúdos: assine a nossa newsletter e continue aprendendo com a gente!

Guia do RH para a saúde mental no ambiente corporativo

Assine a nossa newsletter e tenha em mãos as novidades mais relevantes sobre RH!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.