inbound recruiting

Inbound recruiting: quando vale a pena a empresa investir?

Todo gestor de Recursos Humanos entende a importância de ter em seu quadro de pessoal colaboradores engajados com a marca e os objetivos da empresa. É nesse cenário que o inbound recruiting pode ser a ferramenta ideal para atrair e manter os melhores talentos do mercado.

Com essa estratégia, a empresa deixa de investir na captação direta de novos talentos e passa a criar meios para que os melhores profissionais procurem por ela, o que também ajuda a fortalecer a marca empregadora da corporação.

No entanto, para usar o inbound recruiting, é preciso conhecer bem os processos da estratégia e estar certo de que a empresa está pronta para essa iniciativa, pois só assim valerá a pena fazer esse investimento.

Para ajudar você a entender o que é inbound recruiting e qual seria o melhor momento para adotá-lo na sua companhia, preparamos este artigo. Acompanhe!

Definição de inbound recruiting

O inbound recruiting é uma metodologia de contratação que tem origem no marketing. Assim como o inbound marketing tem o objetivo de atrair novos consumidores a partir da educação das pessoas sobre produtos ou serviços, o inbound recruiting tem a finalidade de “vender bem” a imagem da empresa para o candidato, de modo que ele opte por trabalhar no time. 

Essa estratégia é totalmente orientada por uma noção de jornada do futuro colaborador e tem como “produto” a contratação. Portanto, ela representa um grande contraste, se comparada ao recrutamento tradicional. 

Isso, porque as metodologias empregadas estão amparadas na busca por talentos, ou seja, na utilização de meios digitais, como portais de vagas, para se chegar até os profissionais, comunicando, então, as oportunidades de trabalho. Logo, essa é uma ferramenta útil para tornar o RH estratégico e destacá-lo dentro da empresa.

Principais características da metodologia inbound recruiting

Assim como acontece com a jornada do consumidor nas estratégias de marketing, o inbound recruiting faz uso de uma estrutura para definir como será a jornada do candidato. Separamos as principais características para você a seguir!

Atração

A atração é a primeira etapa do funil de recrutamento e diz respeito ao contato inicial do profissional com a marca da empresa, que pode se dar por meio de redes sociais, pesquisa em sites de vagas, site institucional, indicação de profissionais que já atuam na organização e eventos corporativos, entre outros.

Conversão

A etapa da conversão no inbound recruiting acontece, por exemplo, quando o profissional passa a seguir a empresa nas redes sociais, assina a newsletter ou faz a sua inscrição no banco de talentos da companhia, na seção “Trabalhe conosco”.

Nutrição

Nesse momento, é preciso investir no relacionamento com os leads (possíveis candidatos), a fim de incentivar o interesse deles pela marca empregadora. Nesse caso, a gestão de RH, contando com a ajuda do setor de comunicação e marketing, deve divulgar materiais institucionais, vagas de trabalho e outros eventos que incentivem o interesse dos leads.

Fechamento

Aqui, os leads se tornam candidatos, ou seja, efetivam suas inscrições para as vagas de emprego em aberto na companhia.

Encantamento

Essa etapa é o início do processo seletivo, quando é importante que a gestão de RH crie encontros que fiquem marcados positivamente na memória dos candidatos. Isso pode ser feito por meio de processos bem organizados, uma boa receptividade e, também, acesso a mais conhecimento sobre a companhia. Dessa forma, torna-se possível criar promotores da marca.

Principais impactos da estratégia de recrutamento inbound recruiting

Essa estratégia de atração dos melhores talentos do mercado, se usada de forma eficiente, traz uma série de impactos positivos para a corporação. Separamos os principais para você a seguir. Acompanhe!

Redução de custos com contratação

A estratégia de inbound recruiting é capaz de diminuir de forma significativa os custos com contratação, principalmente aqueles referentes a cargos mais elevados, como diretoria e gestão. 

Isso, porque, como a estratégia é baseada na atração qualitativa de profissionais, ela demanda menos investimentos do que contratar um headhunter, por exemplo. Assim, a empresa economiza ou pode destinar esses recursos para investimentos que favoreçam o fortalecimento do negócio.

Reforço da imagem da empresa

Como você já deve ter percebido, o inbound recruiting é uma estratégia de marketing que pode ser usada a favor da imagem da empresa. Além disso, organizações que são capazes de cuidar bem de seus profissionais são, de maneira geral, mais apreciadas pelos clientes finais e pelo próprio mercado. 

Portanto, investir em inbound recruiting significa impulsionar a marca do negócio rumo ao sucesso. Outros impactos positivos dessa abordagem são:

  • rapidez no processo seletivo;
  • formação de um grande banco de talentos;
  • maior probabilidade de acerto na escolha final.

Assim, trata-se de uma estratégia que tem por objetivo aperfeiçoar a gestão de Recursos Humanos, além de proporcionar a contratação de colaboradores engajados com os objetivos da corporação.

Melhores cenários para implantar o inbound recruiting

O inbound recruiting pode (e deve) ser implantando na sua organização quando a empresa sentir a necessidade de atrair e contratar profissionais acima da média para fazer parte do time, que poderão contribuir de modo mais intenso para o desenvolvimento do negócio em diversas áreas e níveis.

Além disso, empresas que investem nessa estratégia saem na frente quando o assunto é competitividade pelos melhores candidatos do mercado. Nesse sentido, é preciso investir em uma marca empregadora forte, além de manter ações contínuas para transformar os empregados em promotores da marca.

Quanto mais satisfeitos os funcionários estiverem com a empresa, mais fácil será atrair e contratar profissionais diferenciados, pois eles terão boas referências acerca da organização e se sentirão mais confiantes para embarcar em seu quadro de colaboradores.

Vale reforçar que, para alimentar esses leads, é preciso investir continuamente em divulgações bem estruturadas. Para tanto, a página de carreiras da companhia deve receber especial atenção.

Além disso, contar com sistemas de automação é fundamental para melhorar a comunicação com todos os leads e coletar e analisar dados úteis para os processos de contratação da empresa.

Como vimos ao longo desta leitura, o inbound recruiting é uma forte tendência no RH e merece especial atenção dos gestores, já que seus resultados podem significar melhores contratações, fortalecimento da marca empregadora e redução de custos, entre outros benefícios.

É para ajudar você a se manter informado sobre as melhores estratégias de recrutamento que nós, da Catho Empresas, produzimos os conteúdos deste blog! Se você gostou deste artigo sobre inbound recruiting, baixe o nosso e-book com dicas de como atrair e reter talentos na sua companhia!

Guia para contratação diversa nas empresas

Assine a nossa newsletter e tenha em mãos as novidades mais relevantes sobre RH!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.