treinamento de estagiário

Treinamento de Estagiário: tire suas principais dúvidas aqui

O treinamento de estagiário é tão importante quanto aquele realizado para profissionais mais seniores. Isso porque, essa importante mão de obra, apesar de bastante motivada, precisa de várias instruções para poder contribuir de maneira efetiva com as atividades da empresa.

No entanto, com tantas demandas no dia a dia, é comum que o treinamento de estagiário fique em segundo plano nas rotinas do RH, o que é um grande erro, já que a organização corre o risco desses profissionais serem subutilizados.

Para ajudar você a montar um plano de treinamento de estagiário, preparamos este artigo. Acompanhe!

Os desafios do treinamento de estagiário

Os investimentos em treinamento e desenvolvimento devem englobar todos os colaboradores, e isso inclui os estagiários. Mas, o treinamento de estagiário, assim como os dos demais níveis hierárquicos, deve ser bem planejado.

A capacitação de estagiários é fundamental para que os jovens tenham as ferramentas necessárias para realizar as suas melhores entregas, o que garante uma maior efetividade das ações deles na empresa.

No entanto, um dos maiores desafios do treinamento de estagiário é o RH estruturar capacitações realmente eficientes, capazes de treinar e capacitar os jovens profissionais de forma rápida e eficiente. Nesse cenário, o treinamento das habilidades comportamentais também é muito importante, visto que a falta de experiência no convívio laboral pode ser um importante gap para a entrega dos resultados almejados.

O treinamento de estagiário é indicado para negócios de todos os portes, e deve ser bem-planejado. Pensando nisso, preparamos um passo a passo a seguir. Acompanhe!

1. Identifique quais são as necessidades da companhia

Cada organização tem suas particularidades, portanto, é preciso identificar quais são as questões mais importantes para serem abordadas no treinamento de estagiário.

De posse desse levantamento, é possível traçar as competências e habilidades que precisam ser desenvolvidas ou melhoradas nos estagiários, para que eles tenham uma atuação mais eficiente. Essas questões podem ser levantadas em:

2. Defina as diretrizes de aprendizado

Após definir as necessidades de desenvolvimento dos estagiários, é hora de analisar quais os assuntos serão abordados. É importante pensar em um treinamento prático para a atuação no dia a dia da empresa, elucidando sobre as técnicas e as ferramentas que devem ser utilizadas para o exercício da função.

Essas diretrizes são importantes porque os estagiários não têm um grande nível de experiência e, não raro, o treinamento deve ser focado no desenvolvimento de habilidades pessoais. Ou seja, atuando com questões relacionadas às soft skills, o que ajuda a reforçar as habilidades como comunicação, relacionamento interpessoal e liderança, por exemplo.

3. Defina treinamentos alinhados com o negócio

O terceiro passo para o treinamento de estagiário é pensar em capacitações alinhadas com os objetivos do negócio. É possível fazer isso apostando em treinamentos presenciais, online e mentorias, o que é mais interessante no caso de orçamentos enxutos.

Nas mentorias, profissionais mais experientes conduzem e dão orientação para os estagiários, dando a eles uma visão prática das atividades do dia a dia na empresa. Dessa forma, os jovens profissionais acabam aprendendo pelo exemplo.

4. Crie um calendário de ações

Chegou a hora de aplicar os treinamentos, tendo em vista o planejamento das etapas anteriores. Para tornar os trabalhos mais efetivos, a dica é contar um calendário de ações ou atividades.

Nele, devem constar a duração, os assuntos que serão abordados e onde as atividades acontecerão. Tendo em vista que o treinamento online é uma opção, é preciso analisar se o estagiário contará com um horário fixo para o treinamento — no início da jornada de trabalho, por exemplo —, ou se a empresa deixará a cargo dele definir seu próprio cronograma.

Powered by Rock Convert

5. Faça uma avaliação dos resultados do treinamento

Para finalizar, é importante mensurar se os esforços foram realmente efetivos. Para isso, você deve avaliar se as capacitações atenderam às expectativas dos participantes.

Você pode descobrir isso aplicando um questionário ao final de cada treinamento. Assim, saberá se o conteúdo foi assimilado, se a metodologia escolhida foi adequada, se as informações apresentadas foram relevantes, entre outras questões.

Além disso, é preciso criar métricas para avaliar se o treinamento de estagiário teve seus objetivos alcançados, e como essas capacitações geraram melhoras nas habilidades e competências deles.

Quanto tempo investir na administração de estagiários?

Um estágio pode durar até dois anos. Durante toda a permanência do jovem profissional na empresa, é interessante que ele tenha acesso a capacitações, visto que, boa parte dessa mão de obra pode ser aproveitada pela empresa.

No entanto, é preciso focar nos treinamentos de onboarding, que acontecem quando o estagiário está começando as suas atividades na empresa. Nesse momento, é imprescindível conceder uma visão geral acerca do negócio e também das atividades que cada profissional executará.

O processo de onboarding pode durar de 1 a 5 dias, a depender do porte da empresa e suas especificidades. Paralelamente, treinamentos complementares também podem ocorrer, de forma presencial e online.

Assim, o tempo para investir na administração de capacitação de estagiários dependerá do tempo de estágio e do quanto a empresa está disposta a investir na qualificação dessa mão de obra, visando principalmente formá-la e retê-la no futuro.

Cumprindo as exigências legais no treinamento de estagiário

O estágio já é visto como uma atividade complementar à sala de aula, para os cursos cujos estágios são obrigatórios. De forma prática, nas atividades na empresa, a única exigência é que as atividades exercidas sejam monitoradas por um profissional da mesma área e com maior experiência. Todas essas questões devem ser consideradas desde o recrutamento e seleção de estagiários.

Vale lembrar que a jornada de trabalho de um estagiário é de até seis horas diárias e trinta horas semanais. Essa norma vale para os jovens profissionais que estudam no ensino superior, nível médio de aprendizagem técnica e do ensino médio regular.

Importante ressaltar que, de acordo com o Termo de Compromisso de Estágio, durante o período de provas escolares, a jornada de trabalho do jovem profissional será reduzida à metade.

Nesse caso, a instituição de ensino deve proceder comunicado à empresa, no início do período letivo, informando as datas de realização das provas. Em especial nesse período, não é indicado fazer treinamento de estagiário.

Por dentro do Administrador de Estágios

Com a solução Administrador de Estágios da Catho, você tem à sua disposição uma plataforma 100% online para fazer a administração completa dos estagiários na internet, de forma segura, prática e econômica.

Os serviços englobam desde ao Termo de Compromisso de Estágio até o gerenciamento de recibos de pagamento e Termo de Conclusão do Contrato, conferindo menos burocracia para os processos.

Como vimos ao longo desta leitura, o treinamento de estagiário é essencial para a capacitação dessa importante mão de obra, fundamental para a inovação na empresa. Além disso, existe uma grande chance de haver a contratação de estagiário, o que garante a retenção de talentos capacitados e alinhados com os objetivos organizacionais.

Se você gostou deste artigo sobre treinamento de estagiário, conheça a nossa solução Administrador de Estágios.

Assine a nossa newsletter e tenha em mãos as novidades mais relevantes sobre RH!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.