contratação de estagiário

Contratação de estagiário: 6 dicas para avaliar um candidato

A contratação de estagiário requer o levantamento do perfil do candidato e de suas expectativas na empresa e na profissão. Afinal, um dos maiores desafios desse processo é avaliar pessoas que ainda não têm experiências profissionais. Outro aspecto muito relevante para a contratação é a ambição e o comprometimento do estagiário com a sua carreira.

Mesmo não apresentando experiências ou competências técnicas, é possível identificar alguns pontos de personalidade que podem revelar o desempenho do candidato nas funções atribuídas. Para isso, entre os tipos de entrevista, a comportamental pode ajudar muito, já que identifica traços positivos e negativos para orientar a sua decisão.

Confira, neste post, algumas dicas que podem facilitar o processo de recrutamento e seleção de estagiários.

1. Verifique o nível de comprometimento

O comprometimento pode ser avaliado por meio de algumas observações simples no momento da contratação do estagiário, sendo a pontualidade o mais importante. Veja se o candidato chegou no horário, atrasado ou muito adiantado à entrevista. Afinal, aqueles que chegam atrasados para um teste e uma entrevista podem fazer o mesmo no dia a dia de trabalho.

No entanto, também é necessário considerar que imprevistos acontecem. Se esse for caso, veja se o candidato ligou com antecedência para se justificar e tente avaliar se isso não é uma desculpa.

As notas na faculdade não dizem tudo sobre uma pessoa, mas podem ajudar nesse caso. Pedir o histórico do estagiário é comum, pois se ele se dedica nos estudos, pode ser um sinal de que é comprometido com as suas obrigações e que tem uma boa bagagem teórica da profissão.

2. Perceba o interesse do estagiário

O interesse de um estagiário na vaga também pode ser identificado por meio de algumas perguntas e comportamentos. O primeiro deles é verificar se o candidato buscou estudar sobre a empresa. Quando ele procura conhecer a missão, os valores, os produtos e serviços da organização, é um sinal de que está interessado.

Também busque identificar se ele teve o interesse de conferir todos os detalhes da vaga, pois isso mostra que se preparou (ou não) para a entrevista, e se realmente tem interesse em aprender a exercer tais atividades.

A partir das respostas, você consegue identificar se o estagiário quer fazer carreira na empresa e realmente tem a intenção de contribuir com o negócio ou se somente está ali enquanto não aparece nenhuma oportunidade melhor.

3. Analise a linguagem corporal

A linguagem corporal diz mais do que o currículo e histórico escolar. Desde os primeiros segundos na entrevista, e mesmo sem falar nada, é possível identificar comportamentos, inteligência emocional e traços de personalidade do estagiário.

Afinal, o nosso corpo dá sinais de ansiedade, nervosismo e confiança que podem ser utilizados na sua decisão de contratação.

Os principais sinais que você precisa avaliar na contratação de estagiário são: postura e contato visual. A postura ao sentar e como as mãos e as pernas se comportam revela se o candidato está nervoso e inseguro, ou se está à vontade em ser avaliado.

Normalmente, a insegurança, o nervosismo e a timidez excessiva são prejudiciais, podem travar o profissional e impedir que ele tenha bons resultados e saiba trabalhar em equipe. Porém, é necessário relevar um certo nível desses traços, já que é comum ficar um pouco ansioso em entrevistas.

A ausência de contato visual pode revelar certo desconforto, insegurança e falta de confiança nas respostas e em si. Esse também pode ser um problema no trabalho em equipe e na comunicação eficiente e clara com gestores e outros departamentos.

Entretanto, é importante ressaltar que todos esses traços devem ser avaliados em conjunto com outras observações, e não de maneira isolada. Além disso, o recrutador precisa conduzir o processo de maneira que o candidato se sinta confortável e à vontade. Caso contrário, somente deixará o profissional mais nervoso e ansioso.

4. Faça perguntas indiretas

Por não ter experiências profissionais sólidas para comentar, é necessário fazer outros tipos de perguntas. Os questionamentos indiretos podem ser utilizados para identificar criatividade, interesses, gostos e aptidões pessoais que sejam benéficas nas funções do cargo.

Para isso, pergunte sobre o que ele gosta na faculdade, veja se há alguma história ou situação que o estagiário tenha vivido e tido uma boa conduta — isso pode revelar importantes habilidades de lidar com desafios — e faça perguntas sobre as fases da vida e os relacionamentos com os pais e professores, por exemplo.

5. Identifique quais são as ambições do candidato

Avaliar as ambições dos candidatos na contratação de estagiários diz muito sobre as metas e objetivos dos entrevistados. Algumas pessoas encaram esse sentimento como algo negativo, mas nos níveis e interesses adequados, a ambição é fundamental para o desenvolvimento profissional e pessoal.

Isso porque é ela que faz as pessoas correrem atrás de seus sonhos e superarem seus bloqueios e desafios. Então, pergunte ao candidato quais são as ambições em relação à carreira e à trajetória que pretende ter na empresa. Afinal, o ideal é que as organizações busquem por estagiários que querem crescer e ser efetivados. Para o negócio, isso é melhor tanto estrategicamente quanto em relação aos custos.

6. Aplique testes comportamentais

Os testes comportamentais revelam e analisam traços de personalidade — o que é essencial para construir o perfil do estagiário. Eles são importantes ferramentas para complementar as suas observações na entrevista e identificar os candidatos que apresentam as características e interesses importantes para a empresa. Vale ressaltar que essas avaliações só podem ser aplicadas e corrigidas por psicólogos capacitados.

Existem diversos tipos de testes comportamentais, mas o mais utilizado é o método DISC. Essa ferramenta, que foi desenvolvida em 1928, utiliza os traços de personalidade para avaliar os comportamentos. A metodologia consiste em quatro pilares:

  • dominance (dominância): perfis que lidam facilmente com desafios e obstáculos. São os candidatos mais ousados, exigentes e que apresentam determinação;
  • influence (influência): são os perfis com mais traços emocionais, com tendência a influenciarem pessoas e serem persuasivos;
  • steadiness (estabilidade): são profissionais que lidam com padrões e não têm dificuldades em seguir rotina. Podem ser identificados pela paciência, persistência e tranquilidade;
  • conscientiousness (conformidade): são perfis com facilidade de lidar com regras, metas e processos. Essas são as pessoas mais lógicas e disciplinadas.

Uma contratação de estagiário requer muita observação, testes e confiança no candidato. Uma dica bônus e muito aproveitada no recrutamento na era digital é conferir as redes sociais dos candidatos. Essa é uma prática comum e que pode dizer muito sobre a vida pessoal e profissional do entrevistado.

O que acha de aprimorar o seu processo de recrutamento e seleção? Acesse a nossa plataforma e veja como ter acesso a currículos e perfis mais buscados, e como gerir todo o recrutamento em um só lugar.

Prospecção ativa de candidatosPowered by Rock Convert

Assine a nossa newsletter e tenha em mãos as novidades mais relevantes sobre RH!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.