medir produtividade

Os 4 maiores desafios para medir produtividade no home office

O desafio de medir a produtividade no home office significa saber quanto o colaborador se dedica às suas funções, tanto do ponto de vista qualitativo quanto quantitativo.

Com a pandemia desencadeada pelo novo coronavírus, o modelo de trabalho remoto foi a solução encontrada pelas empresas para não cessarem suas atividades em meio às incertezas da crise sanitária que se instalou no país e no mundo.

Nesse cenário, medir a produtividade longe dos postos presenciais de trabalho é hoje um dos grandes desafios da gestão de RH. Para ajudar você a saber quais são os maiores em relação à produtividade no home office, preparamos este post. Confira!

Os principais desafios ao medir a produtividade dos colaboradores durante o home office

Os novos modelos de trabalho têm exigido que a gestão de talentos identifique as falhas causadas pelo distanciamento dos colaboradores do escritório. Somente com a identificação dessas situações é que será possível estabelecer um plano de trabalho que integre as necessidades da empresa e do colaborador.

Veja a seguir quais são os principais desafios para medir a produtividade no home office.

1. Controle de horas

O cartão de ponto deixou de ser usado e as empresas passaram a contar com a organização pessoal de seus funcionários para entregarem as demandas. Com isso, o controle de horas se tornou mais flexível, a fim de se adaptar ao novo cenário.

2. Interações com a equipe

A tecnologia tem um papel fundamental no trabalho a distância, principalmente os recursos de vídeo, que permitem que gestores e colaboradores interajam minimamente no dia a dia de suas funções. O contato humano direto praticamente deixou de existir e isso pode trazer algumas consequências negativas à produtividade dos colaboradores no quesito motivação.

3. Acompanhamento individual

Com as atividades presenciais, os gestores das áreas têm muito mais facilidade em identificar as dificuldades individuais e intervir para que as dúvidas sejam sanadas o mais rápido possível. Já no home office, isso não fica tão evidente, pois o próprio colaborador pode ter receio de expor suas questões ligadas a competências técnicas diante dos colegas, por exemplo, o que pode prejudicar seu desempenho.

4. Comprometimento dos prazos

Como consequência dos aspectos anteriores, os prazos tendem a ficar comprometidos. Isso impacta diretamente na produtividade da empresa e até mesmo na sua reputação diante dos clientes — um fator muito prejudicial ao negócio.

Afinal, como é possível medir a produtividade dos colaboradores?

Apesar de ser um cenário desafiador, é possível medir a produtividade da equipe, montando um planejamento e seguindo as dicas que separamos para você. Acompanhe!

Planeje a pauta de trabalho da equipe periodicamente

A procrastinação e a falta de priorização são alguns dos grandes desafios a serem vencidos no trabalho a distância. Uma maneira de mudar isso é fazer um planejamento do trabalho que será realizado em um determinado período de tempo.

Assim, é possível fazer um cronograma, listando as atribuições e estipulando as tarefas para cada colaborador. É válido evidenciar quando elas devem ser entregues. Dessa maneira, mesmo a distância, é possível saber em que cada colaborador está fazendo sua parte.

Defina metas de curto e médio prazos

Grandes demandas de trabalho podem confundir os colaboradores, fazendo com que eles tenham dificuldades em estabelecer prioridades. Uma forma de resolver isso e alinhar todas as tarefas é elencar quais atividades devem ser entregues dentro de um prazo não tão longo.

Isso é possível com o desenvolvimento de um planejamento claro e alcançável pelos membros da equipe. Além de contribuir com a organização das tarefas, isso faz com que os colaboradores se sintam mais motivados, elevando sua performance nas atividades delegadas.

Promova reuniões por videoconferência

Acompanhar o desempenho da equipe é fundamental para alcançar os resultados pretendidos. Por isso, é importante reforçar a comunicação com o time e sanar as dúvidas — de um jeito bem claro e específico.

Ao adotar essa postura, são eliminados ruídos e outras questões que podem causar desentendimentos e comprometer os resultados do time. Para isso, é possível usar tecnologias por vídeo, a exemplo do Zoom, Google Meet e Skype.

Faça pautas para as reuniões

Para que as reuniões por videoconferência não se tornem exaustivas e pouco produtivas, é importante fazer pautas com os assuntos que serão acordados em cada encontro. Caso surjam assuntos que fujam do foco, o mais sensato a fazer é anotar esses pontos, para que sejam analisados depois.

Lembre-se de sempre dar feedback e promova novas reuniões, caso seja necessário. Assim, encontros rápidos, com periodicidade semanal ou mensal, são fundamentais para diminuir a distância e possibilitar que o time de trabalho se mantenha alinhado aos objetivos organizacionais.

Utilize um software para gestão da equipe

O home office e a produtividade têm como aliados a tecnologia — e isso é um fato bem claro para todo mundo. Então, por que não apostar em softwares de gestão? É possível acompanhar em quais tarefas cada colaborador está trabalhando, por exemplo, o que otimiza todo o processo de gerenciamento da empresa. Isso ainda torna o controle das atividades mais prático e fluido.

Você pode tanto contratar ferramentas pagas quanto usar softwares e aplicativos gratuitos, a exemplo do Trello. Com isso, é garantida uma visão ampla sobre tudo o que de mais importante acontece com sua equipe de trabalho, além de poder tomar decisões baseadas em dados.

Fortaleça a comunicação interna

A comunicação interna é uma grande aliada que mantém o time motivado e engajado nos objetivos da empresa. Para isso, envie comunicados sobre os assuntos que mexam com a rotina de todos, aposte nas reuniões por vídeo e dê feedbacks individuais.

Isso ajudará o time a se manter mais motivado e, como consequência, muito mais produtivo. Essas conversas ainda podem ser usadas como avaliação de desempenho dos colaboradores, integrando um plano de melhoria da performance dos funcionários.

Como vimos ao longo desta leitura, medir a produtividade da equipe é possível, mas, para isso, você precisa contar com as ferramentas certas e montar um planejamento eficiente de atividades. Também é preciso investir em uma comunicação constante com o time de trabalho.

Se você gostou deste artigo sobre medir produtividade na empresa, assine a nossa newsletter para receber mais conteúdos como este!

Guia do RH para a saúde mental no ambiente corporativo

Assine a nossa newsletter e tenha em mãos as novidades mais relevantes sobre RH!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.