hunting

Você sabe o que é hunting em RH? Descubra as vantagens

Em geral, o hunting é um processo que envolve ações e estratégias aplicadas pelas empresas, na busca pelos melhores profissionais do mercado.

Utilizando essa expertise, o setor de RH pode atuar de modo positivo e decisivo em processos de recrutamento e seleção alinhados ao fit cultural e aos objetivos de negócio.

Porém, quais ações e estratégias são essas? Qual o objetivo do hunting? O que ele tem a ver com a prospecção ativa de candidatos? Descubra essas e outras informações sobre o assunto neste post.

O que é hunting em RH?

Hunting é uma palavra em inglês cujo significado é caçando. É exatamente esse o sentido da expressão no RH: caçar os melhores profissionais do mercado, com as competências desejadas para preencher determinadas vagas dentro de uma empresa e fit cultural com o negócio.

Tradicionalmente, o recrutamento é realizado por meio da divulgação da vaga e recebimento de currículos. Depois, ocorre a etapa de triagem desses documentos, entrevistas, testes comportamentais e, por fim, a contratação.

No hunting, o processo é inverso. A organização aborda o candidato ideal após identificar que há chances de que ele preencha os requisitos.

Qual é o objetivo do hunting?

Como falamos, o objetivo do hunting é fazer uma captura do profissional ideal para a vaga e para a empresa no mercado de trabalho.

O processo é realizado pelos chamados headhunters, que assumem o papel de consultores e assessores dos departamentos de Recursos Humanos ou capital humano das empresas.

Esses profissionais estão capacitados para identificar possíveis candidatos que apresentam a experiência e o perfil desejados, além de conhecerem algumas opções — semelhante às carteiras de clientes dos vendedores.

Uma das principais características do hunting é que o processo seja realizado com sigilo e agilidade, pois, é comum que os melhores profissionais do mercado já estejam empregados ao serem abordados pelo headhunter. Sendo assim, o processo deve ser ético e discreto.

Qual é a relação do hunting com a prospecção ativa de candidatos?

A prospecção ativa de candidatos é a essência do hunting. O posicionamento ativo da empresa na busca pelo profissional ideal facilita o trabalho dos recrutadores, que as expectativas sejam atingidas e potencializa os resultados da contratação.

É necessário um trabalho de hunting para que a busca ativa aconteça — o que geralmente é feito em etapas:

  • a empresa e o headhunter trabalham no job description, listando as especificações técnicas e comportamentais do cargo;
  • com a descrição da vaga em mãos, é hora de elencar o perfil do candidato ideal para preenchê-la — considerando experiências, conhecimento técnico e características comportamentais, que levarão ao fit cultural com a empresa;
  • o headhunter estabelece onde esse profissional será buscado, se já existe um candidato ideal no radar e quais as palavras-chave serão usadas em uma possível busca nas redes sociais;
  • após a abordagem, são feitos alguns testes de conhecimentos gerais, específicos, avaliação comportamental e algumas conversas, tudo o que o headhunter achar necessário para avaliar o perfil e comprovar que o profissional realmente é o que a empresa procura.

É importante que a proposta de trabalho em relação à remuneração e aos benefícios também seja conhecida desde o início do processo. O profissional pode querer saber detalhes sobre a vaga antes de dar uma abertura para conversas.

Qual é a importância do hunting para o setor de RH e os impactos para a empresa?

Como falamos, o headhunter está preparado para desenvolver o hunting. Isso significa que a contratação é mais fácil, ágil e precisa. Entenda melhor os impactos da prática no RH por meio desses 3 pontos principais.

Encontrar profissionais para cargos de alta gestão

Há empresas que trabalham com planos de carreira para que os seus colaboradores atuais preencham as cadeiras da diretoria no futuro. Entretanto, alguns cargos de alta gestão exigem a expertise e o frescor de profissionais de fora para atingir os objetivos de estruturação dos negócios.

O hunting tem um papel crucial nesse processo. Como os requisitos da vaga são muito específicos, é mais fácil identificar essas pessoas no mercado do que lançar o currículo em algum portal e esperar que eles se candidatem. 

Diminuição de tempo e otimização de recursos nos processos seletivos

Quando uma vaga é lançada no mercado, dependendo do meio escolhido para a publicação da oportunidade, há chances de que centenas de currículos sejam enviados.

Mesmo que a empresa conte com um software ou a ajuda de uma parceira especializada em recrutamento para realizar a triagem, ainda sim existem etapas que não podem deixar de serem cumpridas para uma contratação de sucesso.

Já o hunting avalia um número limitado de candidatos. Como as características de cada profissional são específicas, a abordagem é certeira. Além disso, as etapas iniciais de divulgação de vagas e a análise de currículos são deixadas de lado, passando diretamente para as conversas iniciais, entrevistas e análise de perfil comportamental.

O tempo pode ser ainda mais otimizado se o headhunter for uma pessoa experiente, com conhecimento robusto sobre os profissionais do mercado. 

Menos erros na contratação

Não é novidade para os profissionais do RH que uma contratação errada prejudica o negócio de várias formas. Perde-se tempo, dinheiro e resultados, pois uma pessoa com perfil inadequado para o cargo e cultura da empresa dificilmente atenderá às expectativas.

Todos os pontos que citamos até agora levam a um só caminho: a diminuição dos erros de contratação. Os critérios para o preenchimento da vaga e as características do profissional são conhecidas desde o início do processo, aumentando as chances do match entre empresa e candidato. 

Com o passar dos anos, o mundo corporativo tem melhorado diversos aspectos dos seus processos. No que diz respeito à gestão de pessoas, são incontáveis os benefícios promovidos pelo uso de novas ações e estratégias.

Durante todo o texto, você pôde notar que o hunting, além de ser uma prática inovadora, vai ao encontro do perfil da atual geração presente no mercado de trabalho e prepara o RH para os futuros profissionais.

Além disso, a adoção da estratégia coloca a empresa no radar de uma das tendências do mundo corporativo: o posicionamento da marca e sua imagem nas redes sociais.

A Catho tem acompanhado essas tendências, crescendo e evoluindo junto do digital. Mais que um site de empregos, ela pode ajudar você a aprimorar sua caçada pelos melhores profissionais do mercado. Entre em contato e veja como.

Guia para contratação diversa nas empresas

Assine a nossa newsletter e tenha em mãos as novidades mais relevantes sobre RH!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.