capacitação remota

Capacitação remota do colaborador: veja a importância e como promover

A capacitação remota é uma modalidade de ensino em que é concedida uma maior flexibilidade a quem participa de treinamentos. Isso porque é possível acompanhar as aulas de qualquer lugar, sendo uma solução ideal para empresas que desejam aprimorar o desempenho de seus talentos.

A pandemia causada pela Covid-19 trouxe diversos desafios às organizações, exigindo adaptações de processos e pessoas. Do trabalho remoto ao monitoramento do clima organizacional, o RH das empresas ainda deve estar atento às ofertas de treinamentos e desenvolvimento.

É nesse cenário que a capacitação remota tem se apresentado como uma solução eficiente para manter os colaboradores atualizados e alinhados aos objetivos do mercado. Quer saber mais sobre o tema e como implantar na sua empresa? Continue lendo e confira!

O que é capacitação remota?

A capacitação remota diz respeito aos treinamentos realizados a distância. Esse formato permite que o colaborador tenha acesso ao conteúdo do curso de onde quer que ele esteja. Em casa ou no escritório, as aulas podem ser assistidas nos horários mais convenientes para o profissional.

Os treinamentos online já estavam no radar das corporações há algum tempo, principalmente devido às vantagens que essa prática oferece, como redução de custos e otimização do tempo dos colaboradores. A pandemia acelerou a incorporação da solução na empresa — impulsionada pelo uso da tecnologia — que se fez mais presente com o home office.

Assim, a capacitação remota tem conquistado cada vez mais espaço nas empresas, pois torna possível que a companhia leve conhecimento e atualizações aos colaboradores, rompendo as barreiras físicas do trabalho tradicionalmente presencial.

Nesse cenário, a capacitação remota é um recurso que ajuda a aumentar as competências dos talentos da organização, ao mesmo tempo em que colabora com a elevação da produtividade dos diversos setores na empresa.

Como funciona na prática?

Resumidamente, o RH das empresas identifica as necessidades de desenvolvimento dos colaboradores, tanto de forma individual quanto em grupo. Daí propõe uma ementa para que os responsáveis pelo treinamento e os orientadores possam se organizar.

As aulas podem ser gravadas e disponibilizadas em plataformas da própria empresa ou em parceria com alguma instituição especializada. Também existe a possibilidade de as aulas serem ao vivo, apesar de limitar um pouco os horários, pois os funcionários devem estar disponíveis.

Ao acessar a plataforma com login e senha, todo o conteúdo programático ficará à disposição dos colaboradores. Ainda é possível enviar dúvidas e saná-las por meio desses recursos tecnológicos. Ao concluir todas as etapas, é emitido o certificado de participação no curso.

Qual é a importância da manutenção da capacitação da equipe?

Os mercados mudam o tempo todo por diversas razões, que envolvem desde o avanço da tecnologia até mudanças na preferência do consumidor. Logo, contar com uma equipe bem treinada é fundamental no crescimento e fortalecimento do negócio.

Entre os benefícios da capacitação da equipe, podemos citar:

  • melhor performance dos funcionários ao desempenharem as suas funções;
  • aumento de produtividade;
  • melhoria da motivação;
  • ampliação da inovação e criatividade;
  • redução da rotatividade de colaboradores;
  • maior qualificação da equipe.

Outra vantagem de destaque dos cursos de capacitação remota é que eles proporcionam uma maior flexibilidade de agenda — o que era um desafio, mesmo antes da pandemia. Dessa forma, não havendo uma necessidade real de a capacitação ser presencial, optar pelo treinamento online é uma solução bastante eficiente e, inclusive, segura.

Como promover a capacitação remota da equipe?

Agora que você já sabe a importância e as vantagens da capacitação remota do colaborador, veja como implementar na sua empresa!

Entenda as necessidades da sua equipe

Para que toda capacitação seja eficiente e traga os resultados desejados à organização, o primeiro passo é descobrir quais são as necessidades de desenvolvimento da equipe. Isso pode ser observado por meio da avaliação de desempenho e também com reuniões, feedbacks e até mesmo o contato com o dia a dia de trabalho do time.

Forneça as ferramentas necessárias

Com o propósito de que o desenvolvimento da equipe seja realmente efetivo e de qualidade, é preciso que a empresa assuma a responsabilidade de fornecer os equipamentos e demais recursos necessários para o desenvolvimento dos colaboradores.

Assim, no momento de montar o cronograma do curso de capacitação remota, é essencial fazer o levantamento dos dispositivos requeridos na viabilização do curso, acessos e arquivos para consulta.

Planeje a interação

Os cursos de capacitação remota podem requerer uma dose a mais de criatividade e dinamismo para prender a atenção do colaborador. Com isso, é possível assegurar o engajamento dos participantes, o que garante um ensino mais ágil e de melhor qualidade a todos os envolvidos no processo.

É possível apresentar o conteúdo em diversos formatos, que vão desde infográficos e e-books até vídeos e webinars. Mais uma vez, a preocupação com a interação é uma realidade. Por isso, é importante utilizar ferramentas e linguagens que o time de trabalho já domina — inseridas de maneira orgânica no cotidiano dos colaboradores.

Outra questão crucial para aumentar a aderência a esse tipo de treinamento é abrir espaços de discussão, como nos murais em redes corporativas e grupos em redes sociais. Com isso, torna-se viável organizar as conversas que têm ligação com a capacitação remota, separando-as de outras questões de trabalho.

Priorize a experiência do colaborador

A experiência do colaborador está diretamente relacionada ao nível de satisfação que ele tem com a empresa e sobre as atividades propostas, o que inclui a capacitação remota.

Portanto, é preciso avaliar de forma constante como o funcionário interage com as ferramentas de treinamento, seu rendimento nos cursos, de que forma ele coloca em prática o aprendizado e o impacto nas atividades diárias e no trabalho em equipe.

A aplicação de um questionário ou mesmo em uma conversa de feedback sobre os treinamentos, já é possível alinhar essas questões a fim de promover o máximo desempenho das ações propostas, otimizando todo o investimento em capacitação.

Até aqui, ficou bem claro que a capacitação remota do colaborador traz uma série de vantagens à organização, certo? Diante do novo cenário, ela tende a ser uma realidade cada vez mais presente nas empresas de todos os segmentos e vale muito investir na estratégia.

Se você gostou deste artigo sobre capacitação remota, continue sua trilha de aprendizado e baixe o nosso Guia completo para melhorar a experiência do colaborador.

Guia do RH para a saúde mental no ambiente corporativo

Assine a nossa newsletter e tenha em mãos as novidades mais relevantes sobre RH!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.