prospeccão de candidatos

Como fazer a prospecção ativa de candidatos?

A busca pelos profissionais ideais para o preenchimento de vagas faz parte da rotina do setor de recrutamento e seleção, que tem objetivado otimizar o processo para atender melhor à empresa e os seus clientes. Para quem não atua na área, a tarefa parece simples, mas a verdade é que, embora o número de profissionais disponíveis para recolocação no mercado de trabalho seja alto, há muita dificuldade de encontrar pessoas que apresentem as características, habilidades e qualificações que atendam às exigências de determinadas vagas. 

Essa busca pode ser cansativa e demandar bastante tempo. É nesse contexto que surge o hunting. Trata-se de uma prospecção de candidatos de atuação ativa que pode facilitar o trabalho e potencializar o resultado de todos os profissionais que atuam com recrutamento e seleção.

O que é hunting e prospecção ativa?

Hunting é uma palavra da língua inglesa que, ao pé da letra, significa “caçando”. Para quem trabalha na área de RH, adota-se o sentido de “ir atrás” e “procurar”. Se é para buscar, requer uma atitude ativa, por isso, uma prospecção ativa. O modelo é utilizado pelas empresas e setores de RH para encontrar profissionais com os perfis ideais para as vagas, os talentos, com as características requeridas nos pré-requisitos para a função. 

Nesse contexto, o banco de talentos é uma importante ferramenta para a modalidade. Acessá-lo e filtrar os candidatos que apresentam as características desejadas é um dos passos que deixa o trabalho do recrutador mais eficiente e prático. Os profissionais-alvo do hunting podem ser os disponíveis no mercado de trabalho, que estão à procura de recolocação ou, até mesmo, os que já se encontram trabalhando, mas que estão disponíveis para avaliar propostas de outras empresas.

Como funciona o recrutamento hunting?

O processo de hunting envolve ações específicas e estratégicas. Podemos citá-las em etapas. Acompanhe!

  • O primeiro momento é o de descrição da vaga, com as especificações dos requisitos necessários. Depois, é feito o trabalho para identificar o perfil do candidato ideal, que é um mapeamento.
  • Definido o perfil do profissional ideal, inicia-se o segundo momento: o processo de busca pelos profissionais que se encaixam nos critérios. Com as características definidas, a procura pode ser feita no banco de vagas, no banco de talentos e até nas redes sociais.
  • O terceiro passo é a realização de testes de conhecimentos gerais ou específicos, de comportamentos, desafios, entrevistas e outras verificações que a empresa ou a consultoria especializada achar necessário realizar.

A prospecção ativa é bastante utilizada para o preenchimento de vagas para profissionais com alta qualificação. Com o seu uso, a empresa se torna mais assertiva em suas contratações. Fizemos o levantamento de 5 benefícios importantes para que você não deixe passar a oportunidade de formar uma equipe de sucesso.

Contratações mais assertivas

O hunting possibilita a diminuição de riscos nas contratações, já que é feita uma triagem prévia nos perfis dos candidatos. O headhunter, ou consultor — pessoa geralmente responsável por assessorar o setor de RH da empresa no processo — faz o levantamento das características profissionais e pessoais com o objetivo de encontrar o profissional ideal. Com a prospecção ativa, a seleção se torna mais eficiente, pois, ao invés de receber pessoas interessadas nas vagas, ela é feita com aquelas que já possuem as características solicitadas. Em algumas empresas, o RH realiza todos os processos.

Durante a triagem, vários fatores são considerados. O candidato selecionado para a realização de provas, entrevistas e desafios técnicos e específicos também poderá ser avaliado quanto à inteligência emocional, motivação, postura e ao bom relacionamento para o trabalho em equipe. Se, ao receber o profissional para a seleção, já é conhecido o seu perfil, as chances de a contratação ser assertiva são muito maiores que o atendimento de um que esteja munido apenas de currículo. Na prospecção ativa, já é feita uma escolha prévia.

Otimização do tempo

No modelo tradicional de recrutamento, a vaga disponível é anunciada com os pré-requisitos necessários e com o objetivo de, na maioria das vezes, alcançar as pessoas disponíveis no mercado de trabalho. Os interessados enviam o currículo ou o portfólio e, então, iniciam as etapas de seleção, buscando a conquista da vaga. Nessa modalidade, o recrutador aguarda a candidatura do profissional que possui os requisitos da vaga, o que pode levar tempo.

A prospecção de candidatos por hunting possibilita a otimização do tempo no processo de recrutamento por um fator determinante: a seleção é feita com candidatos potenciais. Os candidatos a colaboradores passaram pela análise minuciosa de perfil antes da abordagem presencial. Algumas etapas são eliminadas, e há menos riscos de finalizar o processo seletivo com a sensação de perda de tempo pelo não comparecimento de alguém com o perfil desejado. Todos os presentes foram pré-selecionados.

Agilidade no processo seletivo

Além de maior possibilidade de acerto nas contratações dos talentos e do ganho de tempo nas seleções, as prospecções de candidatos pelo modelo hunting também são mais ágeis. Começando pelo filtro realizado durante a avaliação do perfil de candidato. A triagem é feita com agilidade, e parte da pesquisa pode acontecer por meio do banco de talentos, que oferece com exatidão o perfil dos profissionais e ajuda o recrutador.

O processo se torna mais prático, inclusive, no momento de negociação salarial. A prospecção ativa prevê o conhecimento da faixa salarial que interessa ao candidato. Sabendo o que pode gerar interesse, qualquer negociação fica mais fácil.

Diminuição da rotatividade 

As empresas buscam novos talentos para potencializar a qualidade dos seus serviços ou para melhorar a produtividade. No entanto, evitar a rotatividade de colaboradores é algo que pode estar no radar das empresas. Sabemos que muitos fatores são levados em conta para a permanência ou saída de funcionários de uma empresa. Podemos citar a motivação, o reconhecimento, a remuneração, a convivência e a relação com a equipe.

Um fator relevante, que influencia na rotatividade, é a falta de perfil e a insatisfação com a função desempenhada pelo empregado. É quando alguém trabalha sem se identificar com a rotina da função. Os dias de trabalho tornam-se momentos de sofrimento. Se a prospecção ativa busca o talento, analisando o perfil por meio da observação das informações que constam na descrição de vagas, temos uma grande possibilidade de ter o funcionário certo para a função disponível.

Equipe de sucesso

Para um recrutamento e seleção de sucesso, a empresa precisa de um conjunto: ferramentas, materiais e pessoas capacitadas na participação do processo. O planejamento e a execução do processo de seleção precisam levar em conta o momento atual do mercado de trabalho, que está cada vez mais competitivo.

Diante desse cenário, as prospecções ativas, o hunting, aliados aos resultados disponibilizados pelos bancos de talentos, mostram-se cada vez mais eficientes e precisos para garantir o êxito na contratação e, consequentemente, a formação da melhor equipe para a empresa.

Os envolvidos no processo de recrutamento e seleção preocupam-se com formatos e ferramentas que colaboram para uma maior assertividade na contratação de profissionais. O hunting, como prospecção de candidatos de forma ativa, possibilita que as empresas contratem de forma mais eficiente em menos tempo.

Deseja saber mais sobre a prospecção ativa de candidatos e acelerar os processos seletivos da sua empresa? Baixe o nosso e-book e veja como formar a melhor equipe! 

Prospecção ativa de candidatosPowered by Rock Convert

Assine a nossa newsletter e tenha em mãos as novidades mais relevantes sobre RH!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.