clima organizacional

Clima organizacional: é preciso acompanhá-lo durante o trabalho remoto?

O clima organizacional sempre foi um indicador acompanhado de perto pelo RH. No entanto, esse também foi um aspecto impactado pela Covid-19 e pela dinâmica de isolamento social. Com cada colaborador atuando em home office, observar algo tão subjetivo quanto os sentimentos dos profissionais a respeito da empresa tornou-se ainda mais desafiador.

Mesmo assim, a gestão de pessoas não deve desistir de mensurar e entender esse índice, mesmo que, para fazer isso, sejam necessários novos métodos. Neste artigo, vamos ajudar você a entender como é possível ter essa iniciativa de forma eficiente. Leia e confira!

Qual é a importância do clima organizacional?

O clima organizacional é um dos indicadores que mais retrata a saúde do ambiente interno da empresa. Ele é um demonstrativo das opiniões, práticas, relações interpessoais, motivação e satisfação dos profissionais que atuam na corporação. Como sabemos, se esses fatores estiverem desequilibrados, dificilmente haverá produtividade e bons resultados.

Mais do que isso, esse índice mostra se a cultura organizacional está saindo da teoria para a prática. Isso porque, quando os valores e propósitos defendidos pela instituição são propagados e abraçados entre seus funcionários, isso se reflete no clima harmônico.

Nos últimos anos, cuidar do clima organizacional passou a ser uma grande prioridade para o RH estratégico, já que o setor notou que o bem-estar dos colaboradores impactava diretamente na forma com que eles se engajavam com a marca empregadora e com os objetivos corporativos.

Por que acompanhá-lo com o trabalho remoto?

Continuar mensurando o clima organizacional mesmo em tempos de home office faz todo o sentido. Afinal, continua sendo fundamental entender as perspectivas e os sentimentos dos colaboradores sobre a organização, seus times e gestores.

Indo além, podemos dizer que fazer essa análise na equipe remota é ainda mais importante, já que muitas insatisfações, que antes seriam percebidas a olho nu, agora ficam encobertas pelo distanciamento. Junto a isso, o período da pandemia de Covid-19 trouxe novos desafios e preocupações para os profissionais, que podem refletir-se no clima.

Como o indicador de clima organizacional funciona como um termômetro de percepções, ao realizar essa análise no contexto do trabalho remoto, é possível entender questões, entre outras, como:

  • se os colaboradores apoiam as medidas tomadas pela empresa durante a pandemia;
  • se eles estão se sentindo seguros em relação ao próprio emprego;
  • se houve apoio satisfatório na transição para home office;
  • se está havendo compreensão da liderança em relação aos desafios do momento;
  • se os benefícios oferecidos pela empresa estão promovendo bem-estar e saúde;
  • se os relacionamentos interpessoais foram mantidos de forma saudável com o distanciamento;
  • se eles se sentem devidamente instruídos em suas funções mesmo remotamente.

Como o cenário de home office é uma novidade na maioria das empresas, este é realmente o momento de analisar se a relação entre marca empregadora e profissionais continua harmônica com as mudanças e a resposta dos colaboradores frente a esse novo desafio. Dependendo dos resultados, essa é uma transformação que pode acabar ganhando mais espaço no universo corporativo.

Por fim, se o RH observar que o clima organizacional não continuou satisfatório durante o trabalho remoto, após o retorno presencial das atividades, medidas de remediação vão precisar ser tomadas para restaurar o equilíbrio.

Powered by Rock Convert

Como analisar o clima organizacional no trabalho remoto?

Mensurar o clima organizacional com os funcionários em home office é uma ação que pode requerer novas estratégias. No entanto, você vai ver que muitas das práticas de RH nesse sentido continuam efetivas para essa análise. Entenda, a seguir, algumas medidas que podem ser implementadas.

Realizar pesquisas de satisfação

As pesquisas de satisfação, como a Employee Net Promoter Score (eNPS) e o questionário sobre clima organizacional, podem ser aplicadas entre os colaboradores mesmo a distância. Se a empresa conta com um sistema de comunicação interno, essa é uma forma de distribuir o formulário. Se não, é possível criar os questionários em ferramentas gratuitas, como o Google Forms, configurando o recurso de anonimato e solicitando respostas por e-mail.

É interessante fazer perguntas especificamente voltadas para a percepção do clima e da empresa durante a pandemia e no trabalho remoto. Abordar questões como as que citamos anteriormente vai dar uma visão clara e atualizada para o RH.

Conversar com os gestores

Outra forma que o RH pode encontrar para analisar o clima organizacional durante o home office é conversar com os líderes de equipes e questionar sobre mudanças de comportamento e de motivação nesse período. Como o contato entre eles e os colaboradores é mais próximo, a percepção deles pode ser mais ampla sobre a satisfação mostrada pelos profissionais.

O feedback dentro das equipes deve continuar sendo uma prática constante, para que a comunicação não sofra danos por conta do distanciamento. Assim, o retorno que os gestores recebem de seus liderados pode ser repassado para o RH e figurar como mais um objeto de análise.

Observar indicadores

Os indicadores de RH continuam sendo grandes aliados para analisar a harmonia entre organização e funcionários, objetivos e engajamento. Se houve quedas drásticas de produtividade, absenteísmo em reuniões ou até demissões injustificadas, esses são sinais de alerta para a gestão de pessoas.

No entanto, é importante considerar a instabilidade gerada pelo cenário de pandemia, entendendo que muitas mudanças comportamentais podem ter sido causadas por alterações na rotina e problemas pessoais. Identificar a origem dos comportamentos é fundamental para compreender se eles estão ligados ao clima organizacional.

Criar novos indicadores e acompanhá-los

Como as instituições estão vivenciando um contexto completamente novo, o RH pode criar novos indicadores que sejam mais assertivos na hora de observar o clima organizacional. Caso métricas tradicionais não sejam suficientes, elaborar novas e mais apropriadas podem oferecer o panorama desejado.

A importância de acompanhar o clima organizacional intensificou-se no período do trabalho remoto. Com equipes trabalhando a distância e com novos desafios e preocupações, o RH deve se empenhar em entender as perspectivas dos profissionais da organização. Afinal, a opinião, a satisfação e o comportamento dos funcionários é que realmente define uma empresa e influencia seu sucesso e sua imagem.

Se este conteúdo foi útil para você, aproveite para seguir as nossas redes sociais e acompanhar tudo que estamos publicando! 

Assine a nossa newsletter e tenha em mãos as novidades mais relevantes sobre RH!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.