people analytics

People Analytics: saiba como aplicar!

Contratações baseadas em dados são mais acertadas e diminuem as chances de efetivações mal sucedidas. É por essa e outras razões que o People Analytics vem ganhando espaço nas organizações, sendo uma importante ferramenta para a tomada de decisões nas empresas.

Com a ajuda dessa tecnologia, o RH ainda conquista espaço para tornar os processos mais ágeis e confiáveis, contribuindo para que a área seja mais estratégica e, consequentemente, mais valorizada.

Quer saber mais sobre People Analytics e como aplicar na sua empresa? Então, continue a leitura!

Entenda o que é People Analytics

Trata-se de uma metodologia que chegou já faz algum tempo para transformar a área de gestão de pessoas, a fim de torná-la mais disciplinada, ágil e certeira. O People Analytics, como o próprio nome revela, faz a análise de informações relativas às pessoas de uma organização.

A primeira vez em que a metodologia foi utilizada foi na empresa Google. A companhia buscava elevar a eficiência do time de recrutamento, sem que, para isso, fosse preciso fazer novas contratações. A solução encontrada foi desenvolver uma tecnologia apta para fazer a análise dos dados dos perfis dos candidatos, e também antever quais seriam os melhores talentos para participar do processo seletivo.

Assim, por meio desses dados, a gestão de talentos das empresas pode tomar decisões mais coerentes com o que a companhia deseja agregar com relação a eles. Para isso, são aplicadas técnicas envolvendo estatísticas, expertise e tecnologia para um vasto emaranhado de dados, que, se usados da forma correta, podem resultar em uma gestão de pessoas mais eficiente para as companhias.

Em tempos de otimização de recursos, o People Analytics se revela como uma ótima ferramenta para as empresas terem um melhor retorno sobre o investimento (ROI), principalmente quando o assunto é a aquisição de novos talentos.

Isso porque as antigas metodologias, baseadas na intuição e na subjetividade, já não são mais suficientes para suprir as demandas das empresas, que requerem profissionais cada vez mais capacitados.

Dessa forma, com a ferramenta, é possível fazer a análise de questões envolvendo a contratação de novos funcionários e também responder questões críticas acerca da companhia, como:

  • quais colaboradores são mais propensos a deixarem a organização dentro de um ano?
  • qual é o índice de rotatividade da empresa e quais são os motivos que levam ao turnover?
  • quanto a empresa perde com o afastamento desses talentos?

Saiba como aplicar na empresa

Até aqui, você já percebeu que essa metodologia é uma importante ferramenta para o RH, contribuindo para que o setor se torne cada vez mais estratégico.

Para compreender, de uma vez por todas, como o People Analytics funciona, separamos um passo a passo que vai ajudar você a implantar esse método no RH da sua companhia. Acompanhe!

Faça a coleta de dados

Uma etapa primordial para alcançar os resultados desejados é a organização dos dados. Isso porque não basta ir juntando informações de qualquer maneira. É necessário despender tempo para analisar os dados e conseguir alcançar o objetivo determinado.

Para isso, a primeira questão a que você deve estar atento é não ficar preso apenas no fator desempenho, mas considerar também como e no que o colaborador investiu para alcançar os resultados.

Após esse primeiro levantamento, é preciso buscar a frequência nas informações para retirar possibilidades que levem ao fator do acaso na sua verificação. Finalmente, é preciso manter processos estruturados no RH, e, para isso, você pode contar com um software de gestão.

Identifique problemas

Para que as ações usando o People Analytics sejam realmente efetivas, é preciso que o RH da empresa faça um levantamento de quais são as principais questões que precisam ser resolvidas, a fim de que a organização alcance o seu máximo potencial por meio das pessoas. O cruzamento de dados pode ser importante, por exemplo, para:

  • a definição de quais objetivos poderão ser traçados;
  • a previsão de como será o desempenho de um novo profissional contratado;
  • a identificação dos colaboradores com melhor desempenho;
  • a percepção de qual funcionário é mais preparado para uma determinada promoção, e assim por diante.

Analise os dados

Com as métricas estabelecidas, os dados brutos e os indicadores definidos, você precisa fazer uma correlação entre essas informações, ou dependência, entre elas. Ou seja, o movimento de uma variável tem influência direta nas outras.

Por exemplo, pense em um processo interno e dê uma nota para cada profissional da equipe. Com isso, a intenção é identificar quem está mais qualificado para ele.

Dessa forma, depois de um intervalo de tempo, é recomendável fazer uma avaliação para analisar se as notas que você conferiu a cada profissional refletem no desempenho desses colaboradores. Ou seja, se existe correlação entre as notas concedidas no início do processo e o desempenho que foi entregue no decorrer da análise.

Crie plano de ação

De posse das informações levantadas, crie um plano de ação para otimizar os processos da empresa, a fim de extrair de cada colaborador o seu máximo potencial. Isso é possível alocando-os para as funções e tarefas em que possuem um melhor desempenho ou mesmo afinidade.

Estabeleça de forma cuidadosa um cronograma de implantação

Para garantir o sucesso da implantação da ferramenta, procure começar por aqueles processos mais simples. De início, opte por equipes menores, pois, dessa forma, você pode fazer os testes necessários antes de escalar a metodologia na empresa.

Além disso, dessa maneira, é mais simples fazer as observações necessárias dos pontos positivos e daqueles que necessitam ser reavaliados no People Analytics — e como a ferramenta pode ser ampliada em todos os departamentos.

Como vimos ao longo desta leitura, a metodologia proporciona contratações mais efetivas, além de oferecer a oportunidade de aproveitar melhor a sua mão de obra, melhorando a performance do negócio.

Além disso, outros ganhos podem ser observados com a adoção do People Analytics, como a contratação de profissionais mais alinhados com a cultura da empresa e com competências e habilidades específicas para determinada função, o que aumenta a satisfação no trabalho.

O que você achou deste artigo sobre como aplicar o People Analytics na sua empresa? Assine a nossa newsletter para receber mais conteúdos como este!

Assine a nossa newsletter e tenha em mãos as novidades mais relevantes sobre RH!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.